Guitar Hero:World Tour

O bom parece ter ficado ainda melhor.

Depois do sucesso de Guitar Hero I, II, III e de certa forma o mais recente GH Aerosmith, eis que somos prendados com o Guitar Hero: World Tour.

Prendados porque muitas novidades nos aguardam nesta nova versão.

Desde uma guitarra com novas funcionalidades, à bateria, o microfone, até o editor de músicas e de estrelas de rock. Comecemos pela guitarra. Num aspecto mais glamoroso, os botões start e select foram alinhados de forma a se assemelharem à ponte da guitarra. Além disso, o d-pad tem também um novo look, sendo agora de um aspecto mais suave e ergonómico.

No entanto, a grande novidade da guitarra está na zona de touch pad. Esta, além de ter a mesma funcionalidade dos 5 botões coloridos que todos nós já conhecemos (permite tocar as notas da mesma forma) permite também alterar as notas durante os solos, bastando para tal fazer movimentos cima/baixo sucessivamente.

Quanto à bateria esta é constituída por 2 pratos, 3 tambores e um pedal. Tem uma sensibilidade bastante boa o que nos permite ter uma sensação de estar a tocar uma verdadeira bateria. Tal como a guitarra, a bateria é wireless e de tamanho bem razoável, permitindo que a nossa banda não precise de uma grande garagem para se instalar. O material é muito seguro e forte, permitindo uma acção mais frenética sem termos medo de partirmos alguma coisa.

1
A bateria está simplesmente fantástica.

O microfone é bastante parecido com os que já conhecemos em SingStar. Ao contrário do que acontece com a guitarra e a bateria, o microfone não é wireless mas os produtores defendem-se dizendo que o fio deste é comprido o suficiente para cantarolarmos à vontade sem corrermos o risco de ficarmos presos à consola.

Falemos agora das outras duas novidades, sendo estas de grande peso: o Rock Star Editor e o Music Editor.

Se até agora estávamos presos às estrelas virtuais e às suas sósias, agora podemos usar a nossa criatividade e modelar a estrela dos nossos sonhos. E neste editor, diremos mesmo que podemos criar uma super-star.

Desde a edição do corpo (estreito/largo, gordo/magro, alto/baixo, etc), dos olhos (cor, posição, profundidade, forma), do nariz (largura, tamanho, posição), cabelo (cor, estilo) e lábios, poderão também ser arrojados e maquiar a vossa super-star com um olhar cintilante e um baton glamoroso. Mas podem seguir um estilo menos glamoroso e optar por estilo mais clássico do Rock n’ Roll, por tatuarem a vossa estrela com as tatuagens mais loucas e nos sítios ainda mais surpreendentes.

Mas este editor não fica por aqui. Tem ainda um vasto guarda-roupa que nos permite vestir a nossa estrela com o estilo que mais gostamos. Quem não gosta de imaginar o seu ídolo vestido como sempre o imaginou? Desde o clássico ou metal podem escolher o mais vos agrada. Podem ainda escolher que tipo de presença tem o nosso cantor. Será ele certinho ou desleixado?

O editor ainda vai mais longe, permitindo também colocar um pouco de estilo na nossa guitarra e bateria, mudando-lhe a cor e a forma (no caso da guitarra).

Conteúdos relacionados

Também no site...

Jogos Project Zero poderão receber mais remasters

Koei Tecmo ficou surpresa com as reações.

Netflix não comprará estúdios de jogos a torto e a direito

Estará atenta a oportunidades que façam sentido.

Abertas as reservas para Cotton 100% e Panorama Cotton

Strictly Limited Games e ININ Games celebram 30 anos da série.

Vídeo | Lootbox #34 LIVE - Em direto com a comunidade

Junta-te a nós pelas 16h de Portugal, 12h no Brasil.

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários