Entrevista a Hideo Kojima

De Peace Walker a Project Natal.

Foi durante a gamescom que tivemos o privilégio de entrevistar Hideo Kojima criador da série Metal Gear Solid, e não só. Falámos sobre os seu novos projectos, principalmente no seu envolvimento no novo Castlevania: Lords of Shadow, bem como no jogo para a PSP, Metal Gear Solid: Peace Walker.

Eurogamer Portugal: Tem algum plano para lançar a sequela de Lunar Knights, de Boktai ou mesmo de outro jogo para a Nintendo DS?

Hideo Kojima: Agora não. Não quero dizer que não queira criar algo para a DS, mas estou neste momento muito ocupado.

Eurogamer Portugal: Qual o seu papel neste momento na Konami?

Hideo Kojima: Um papel que tenho, que até é muito importante, é o de director cooperativo em funções. E como chefe no cargo tenho muitas responsabilidades, sendo uma delas a de supervisionar o desenvolvimento dentro dos estúdios da Konami. Um cargo mais ou menos que o Sr. Miyamoto tem em relação à Nintendo.

Eurogamer Portugal: E referente à Kojima Productions?

Hideo Kojima: Sou o responsável pelos estúdios, e encarrego-me de coordenar as operações, bem como os jogos que estão em produção. E por último sou também designer de jogos, no qual desempenho essa função no Peace Walker, onde escrevi a história e desenho do jogo. Também sou o relações públicas do Peace Walker. Mas com respeito ao que faço, claro que todos são importantes, mas o que mais me agrada é ser criador de jogos, pois gosto de os criar e dar forma.

1
Gabriel, um novo herói.

Eurogamer Portugal: Qual a sua ligação com o novo Castlevania: Lords of Shadow?

Hideo Kojima: É como disse sobre o meu papel como director cooperativo, onde acredito que Castlevania seja uma franquia muito importante, e por isso queria que ela fosse mais forte. Mas claro, alguns membros das nossas equipas estão a trabalhar juntos, numa perspectiva de produção. Ainda não anunciámos novas franquias, mas estamos a pensar fazer o mesmo com outras franquias.

Eurogamer Portugal: Novamente sobre o Castlevania: Lords of Shadow, porque entregou a produção a um estúdio espanhol?

Hideo Kojima: Na verdade não fui eu que encontrei a Mercury Steam, mas sim o Dave, o produtor de Castlevania: Lords of Shadow, que tinha trabalhado com a Mercury Steam, por isso decidimos confiar neles.

Eurogamer Portugal: Está contente como as coisas estão a ir?

Hideo Kojima: Sim, estou. Estou feliz por ser um estúdio com muito talento, que estão a fazer as coisas de forma diferente. Diferente da forma como nós os japoneses trabalhamos. Eles são muito apaixonados, são como os estúdios japoneses há uns tempos atrás. Estão num estado puro, com fome de criar videojogos. Eles podiam ter entrado na indústria de Hollywood e fazerem filmes, mas não, eles estão com fome de criar videojogos de uma forma apaixonada. Alguns dizem que é isto que falta aos criadores japoneses actualmente.

Eurogamer Portugal: Poderemos ver o sentimento e estilo de Hideo Kojima neste jogo?

Hideo Kojima: Acredito verdadeiramente que sim. Mas isso cabe à equipa decidir. Mas não imponho deliberadamente nada, não estou metido de cabeça na produção. Porque acredito que a Mercury Steam é muito talentosa, e o Dave também. É um novo estilo de mim próprio como produtor também. Se me meter em demasiado será mais um jogo do Kojima, mas eles são muito talentosos, sendo assim um novo estilo na produção para mim.

Salta para os comentários (16)

Sobre o Autor

Jorge Soares

Jorge Soares

EG.pt Master of Puppets  |  eurogamerpt

Sempre ocupado e cheio de trabalho, é ele quem comanda e gere a Eurogamer Portugal. Queixa-se que raramente arranja tempo para jogar, mas quando está mesmo interessado num jogo, lá consegue arranjar uns minutos. Tem mau perder e arranja sempre alguma desculpa para a sua derrota, mas no fundo, é o que todos fazemos.

Conteúdos relacionados

Lançamento de Uncharted: Legacy of Thieves Collection para breve

Já foi classificado pela Entertainment Software Rating Board.

Guerrilla mostra Aloy a combater com diversos inimigos

Para mostrar o que podes fazer com as armas de Aloy.

Sem ICO não existiria Dark Souls

Clássico PS2 mudou a vida de Miyazaki.

Godfall Challenger Edition gratuito na Epic Games Store

É a mesma versão do PlayStation Plus.

Os grandes lançamentos de Dezembro nos videojogos

Halo Infinite, Solar Ash, The Gunk e mais.

Também no site...

STALKER 2: Heart of Chernobyl precisa de 180GB de disco

Um dos jogos a ocupar mais espaço no dia de lançamento.

Clockwork Aquario - Review - Colorido mundo

Há mais vida nos jogos de plataformas 2D.

Guerrilla mostra Aloy a combater com diversos inimigos

Para mostrar o que podes fazer com as armas de Aloy.

Comentários (16)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários