Xbox One - velocidade da CPU aumentada em 9.375 por cento

Processador de 1.6GHz melhorado para 1.75GHz em equipamento de produção.

A Microsoft revelou que o equipamento Xbox One final de produção apresenta um aumento de 9.375% na velocidade da CPU, o processador AMD de oito núcleos agora corre a 1.75GHz - 150MHz mais rápido que o equipamento beta.

O aumento na velocidade foi revelado por Yusuf Mehdi, vice presidente corporativo de marketing e estratégia para a Microsoft's Interactive Entertainment Business, em discurso na Citi Global Technology Conference.

"Estamos dentro do previsto para lançar em Novembro," revelou Mehdi. "Iremos anunciar uma data de lançamento em breve. Recentemente passamos para produção completa, portanto estamos agora a produzir consolas Xbox One em massa. Tivemos um progresso real no sistema. Na verdade, acabamos de atualizar a performance CPU para 1.75GHz em cima da melhoria na performance gráfica, portanto o sistema vai mesmo brilhar...Os jogos tem um aspeto mesmo incrível."

A notícia segue um similar anúncio sobre a performance do sistema no mês passado, onde a Microsoft revelou que o chip gráfico da XO recebeu um aumento de 53MHz na velocidade do relógio, oferecendo adicionais 6.62% na performance.

"Esta é a hora na qual fomos da toeria sobre como funciona o equipamento - como pensamos que a prioridade será, qual o envelope térmico, como as coisas se juntam - para as ter mesmo nas nossas mãos," disse Marc Whitten, presidente corporativo. "É a hora na qual começas a ajustar os pontos. Ou a tua teoria estava certa, ou foste um pouco conservador, ou foste um pouco agressivo. Na verdade tem sido boas notícias para nós, e um exemplo disso é que ajustamos a velocidade de relógio da nossa GPU de 800MHz para 853MHz."

"A grande surpresa na recente apresentação Hot Chips 25 foi a revelação de uns adicionais 8GB de armazenamento NAND na Xbox One. As nossas fontes dizem-nos que os programadores de jogos não lhe tem acesso - sugerindo que é para o SO e aplicações."

Agora parece que a sobrecarga adicional foi encontrada assim que a Microsoft deitou as mãos ao silício de produção, o componente CPU capaz de correr a 1.75GHz, comparado com o alvo inicial de 1.6GHz. O aumento na velocidade de ambos os principais elementos do processador XO é mais um prego no caixão da teoria que a Microsoft teve problemas na sua produção - a quantidade de chips usáveis que saem da linha de produção.

Aumentos nas velocidades tradicionalmente fazem com que a produção desça, e pode causar problemas com o aquecimento devido a adicional consumo de energia. Segundo análises do Anandtech ao equipamento CPU Jaguar utilizado nas consolas de próxima geração, um aumento de 25% na velocidade da CPU resulta num aumento de 66% no consumo de energia e 1.6GHz - a velocidade do relógio da PlayStation 4 - é tido como o melhor ponto em termos de performance por watt para a arquitetura. O facto de a Microsoft ter conseguido extrair essa performance extra atesta a eficiência do sistema de arrefecimento da consola e corrente de ar interna. Similares aumentos na performance na PS4 são improváveis devido à carnagem muito mais pequena.

Mais informações sobre a constituição tecnológica do processador XO foram revelados na semana passada na Hot Chips 25, que decorreu na Universidade de Stanford na Califórnia, onde John Sell e Patrick O'Connor da Microsoft revelaram que o chip tem mesmo cinco mil milhões de transistores incorporados numa junta de 363mm2 die (comparativamente, a Radeon HD 7970 de topo da AMD tem 4.3 mil milhões de transistores com uma junta de 365mm2). Poupanças avançadas de energia reduzem a energia consumida pelo chip para apenas 2.5% quando parada.

A maioria das estatísticas reveladas na apresentação combinam de perto com os papeis brancos que descrevem o equipamento "Durango" beta, revelado anteriormente nas fugas do SuperDaE, apesar de haverem interessantes novas adições, tais como uma ligação de 30GB/s da CPU para a RAM DDR3. Em contraste, acredita-se que a PS3 tem 20GB/s de acesso à GDDR5 de 8GB, enquanto o equipamento gráfico tem toda a largura de banda de 176GB/s disponíveis. Também vemos que os 32MB de RAM (embedded static RAM)usados pela XO para processamento GPU acelerado é na verdade um conjunto de quatro módulos 8MB, cada um com um canal de 256-bit, a operar em paralelo para facilitar a sua larga largura de banda.

"É claro que a Microsoft foi conservadora na criação do seu processado XO. Acesso ao equipamento final permitiu-lhes levar mais além o envelope térmico, resultando numa consola mais rápida."

wired
A fotografia do Wired ao interior da XO demonstra o que torna possível os aumentos na velocidade da CPU e equipamento gráfico - um caso bicudo, um dissipador de calor de alta qualidade, e uma ventoinha muito, muito grande para dissipar calor.

A combinação do aumento na performance CPU combinada com o seu conjunto de "Data Move Engines" personalizados sugerem que apesar da PS4 ter uma indiscutível vantagem no equipamento gráfico, as capacidades da CPU da XO são um significante passo em frente. Em termos do áudio, o equipamento Microsoft também é impressionante, com efeitos DSP, mistura e outras funcionalidades efetivamente disponíveis "gratuitamente" para programadores, enquanto o esquema PS4 apenas descodifica formatos de áudio comprimidos. É compreendido que estas funcionalidades do equipamento estão a ser incorporadas nos principais motores intermediários, potencialmente assistirá a um reduzido fardo áudio na CPU da XO.

Mas a maior surpresa do conjunto de informações reveladas no Hot Chips talvez seja a inclusão de 8GB de memória eMMC NAND, incluído em adição ao disco duro de 500GB. Este é o mesmo tipo de armazenamento encontrado nos smartphones, Wii U e na PlayStation 3 de 12GB. Mais detalhes sobre como a memória é usada não foram diretos por parte da Microsoft, mas fontes no desenvolvimento dizem-nos que não tem acesso à NAND, confirmado que o armazenamento adicional é usado para o sistema operativo e talvez para as aplicações que podem correr lado a lado com gameplay.

Tradicionalmente, um chip gráfico mais forte causa muito mais impacto na performance geral na arquitetura de consola - algo introduzido pela Xbox 360 da própria Microsoft, e a abordagem tomada pela Sony com a PS4, que também desfruta de uma vantagem geral na largura de banda da sua piscina unificada de RAM GDDR5. No entanto, nos bastidores, a Microsoft é adamante que a Xbox One é altamente competitiva com a sua rival Sony enquanto ao mesmo tempo apregoa o seu sistema multi-SO como os meios pelos quais a XO irá fazer coisas que nenhuma outra consola fez no passado - algo do qual tivemos uma amostra na Gamescom há algumas semanas.

Publicidade

Salta para os comentários (70)

Sobre o Autor

Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Conteúdos relacionados

PS5 imaginada por fã e renderizada em 3D

A Sony não revela a consola e os jogadores vão criando as suas versões.

ArtigoXbox Series X - Lançamento, Jogos, Specs, Preço e Funcionalidades

Tudo o que sabemos sobre a próxima consola da Microsoft.

Vídeo da Xbox Series X visto mais de 6.2 milhões de vezes num dia

Rácio de positivos é incrivelmente positivo.

Também no site...

PS5 imaginada por fã e renderizada em 3D

A Sony não revela a consola e os jogadores vão criando as suas versões.

Vídeo da Xbox Series X visto mais de 6.2 milhões de vezes num dia

Rácio de positivos é incrivelmente positivo.

Comentários (70)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários