Problemas de streaming afetam versão PSN digital de Grand Theft Auto 5

Vídeo demonstra porque é que o disco é melhor.

Após o aviso da Rockstar aos jogadores Xbox 360 quanto a uma performance abaixo do desejado caso ambos os discos fossem instalados no HDD, a nossa atenção passou para a versão digital da PSN. Esta edição corre toda do HDD em oposto a disco e HDD, dando acesso a uma variação dos problemas de streaming da 360 quando ambos os discos estão instalados.

Nos nossos testes vimos contrastes entre as versões PS3 física e digital, onde a versão Blu-ray tem claras vantagens que a tornam na compra recomendada. Para começar, as coisas parecem bem. Instalamos a versão digital na PS3 num disco 60GB de fábrica formatado de fresco, todo o assalto no prólogo com Trevor corre sem falhas em cinco partidas. Não existe pop-in abrupto na geometria ou texturas durante tiroteios aqui, e similarmente, a fuga de carro também não tem problemas visíveis.

No entanto, a montagem de abertura pelas praias de Los Santos revela problemas visíveis. Passando rapidamente entre várias áreas, a versão digital tem texturas de chão a surgir meio segundo depois - mais atrasos no desenhar dos mapas de sombras e objetos como relva. No jogo em disco, estes problemas não se manifestam nem de longe da mesma maneira, o estranho atraso para renderizar uma planta ou cadeira é o pior que vemos durante várias tentativas. Comparado com o jogo 360 com ambos os discos instalados, a versão digital PS3 não é tão nefária com o seu apresentar de objetos - mas é suficiente para quebrar a imersão.

Mas e a gameplay? Felizmente, a corrida inicial (e longa) com carros de corrida com Lamar revela menos problemas extra de pop-in sobre o jogo em disco - talvez um sinal que esta rota foi melhor otimizada. No entanto, após cinco minutos a percorrer livremente as ruas movimentadas da baixa de Los Santos existem grandes quantidades de geometria a surgir na vista e texturas que demoram muito a surgir por completo. Num caso vemos todo um arranha céus a surgir e desaparecer de vista, enquanto edifícios de ambos os lados tem dificuldades para atualizar as suas texturas. Em muitas horas de testes com o jogo em disco não tivemos nada como isto. Para um jogo ocupado em introduzir novos objetos e texturas enquanto percorremos os distritos mais detalhados de Los Santos, é claro que a largura de banda extra que se tem ao permitir que o jogo faça stream do HDD e disco oferece uma clara melhoria comparado com a versão digital.

"Apesar da maioria das cenas permanecer intacta, encontramos várias áreas com pop-in feio na versão digital da PSN de GTA5 em apenas 20 minutos de jogo. A versão em disco simplesmente oferece uma melhor experiência."

Uma comparação do pop-in entre a versão física PS3 e a digital comprada via PSN. Baseado em vários testes, o jogo tem dificuldades durante a montagem de abertura em redor das praias de Los Santos. Conduzir pela cidade mostra casos piores do efeito quando comparado com a cópia física - principalmente durante momentos com picos de ação em pontos mais movimentados do jogo.

Deve ser dito que o pop-in a este nível não é constante, e apenas alcança a sua força total ao viajar a altas velocidades pelas ruas mais movimentadas - e está largamente ausente ao conduzir em áreas menos povoadas e quase inexistente em ação a pé. E, isto para não dizer que a versão física está inteiramente isenta de pop-in; objetos menores como caixas e cabines telefônicas podem desaparecer durante momentos sincronizados de alto stress na mesma rua, mas é justo dizer que a versão física nunca chega ao mesmo nível que estes cenários mais graves.

No todo, considerando que a versão digital PS3 ostenta um preço premium sobre o que podes esperar pagar pela versão física, é muito desapontante encontrar problemas técnicos que na sua maioria não são encontrados por quem o compra na caixa. Estes são apenas amostras destacadas dos problemas que encontramos nos primeiros 20 minutos de captura do jogo, e existe toda a possibilidade que continuem a se manifestar no decorrer do jogo.

Para tornar as coisas piores, ao pesquisar para este artigo dois membros da nossa equipa tiveram dificuldades para terminar a transferência da versão digital PS3, sugerindo problemas reais na infra-estrutura PSN. Isto apesar de estar baseado em dois locais separados com ISPs individuais - um com uma ligação 60mbps Virgin Media fibra e o outro com uma linha 40mbps Sky fibra. O infame erro 80029563 surgiu após várias transferências separadas de 18GB corrompidas. Eventualmente, conseguimos uma transferência completa - demorando umas lentas duas horas e 54 minutos, a instalação demorou 55 minutos.

Tomar a rota PSN para Los Santos dificilmente acaba por ser conveniente ou barata, nem é a forma tecnicamente mais refinada de jogar o jogo. Na nossa experiência ao jogar com um mais recente Western Digital 500GB HDD os resultados provaram ser menos vistosos, sugerindo que discos mais rápidos oferecem performance melhorada, mas se preferes contornar o problema por completo recomendamos a cópia física em Blu-ray.

Publicidade

Salta para os comentários (34)

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Conteúdos relacionados

Grand Theft Auto Online está cada vez mais popular

Seis anos depois, é uma máquina de gerar dinheiro.

Esta publicidade da PS4 Pro é de chorar

Já alguma vez um videojogo te fez chorar?

Comando Xbox Elite Series 2 já disponível por 180€

Total controlo sobre a tua experiência de jogo.

ArtigoAs datas de lançamentos dos videojogos para 2019

Star Wars Jedi, Death Stranding, Shenmue 3, Pokémon e mais.

Também no site...

Comentários (34)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários