Vanquish também corre a 1440p na Xbox One X e PS4 Pro

O Digital Foundry analisa os novos ports.

Para assinalar o 10 aniversário desde o lançamento original de Bayonetta e Vanquish, dois brilhantes jogos da Platinum Games, a SEGA apresentou novos ports destes jogos na PlayStation 4 e Xbox One.

Desenvolvidos pela Armauture e, aparentemente, baseados nos ports PC, temos agora as melhores versões para consola destes jogos, mas ainda existem problemas pois a conversão em si não é nada ambiciosa. Após os resultados partilhados sobre Bayonetta, falamos agora de Vanquish.

Em Vanquish encontramos o mesmo esquema de Bayonetta, a mesma aposta nos assets originais da Platinum e a mesma resolução 1080p na Xbox One e PlayStation 4. Da mesma forma, encontramos 1440p na Xbox One X e PS4 Pro, que apresentam a mesma abordagem às melhorias feitas para a versão PC, se é que existem. Com a excepção de diferenças na luminosidade e uma ligeira variação na renderização de sombras, não há muito que as diferencie.

Mas existe uma diferença significativa na natureza dos ports. Desta vez, a Armature tenta colocar os jogos a 60fps em todas as plataformas, uma grande melhoria sobre as versões de anterior geração, que corriam a 30fps, mas com problemas de consistência. Nisto, o port é um pouco mais ambicioso do que Bayonetta, talvez por isso sejam de esperar inevitáveis quedas abaixo dos 60fps

A Xbox One X é a melhor consola. Apesar da resolução de 1440p deixar a desejar no que é um port retro, o facto é que tens um aumento de 4x na resolução e 60fps completamente fixos, o que a coloca na liderança. Talvez sem surpresas, a PS4 Pro surge em seguida. Tens a mesma 1440p, mas o rácio de fotogramas pode tornar-se um pouco instável nas cenas mais intensas (além disso, curiosamente, nas cenas na primeira pessoa). Similar a Bayonetta, mudar a resolução no menu da consola para 1080p corrige tudo.

As consolas padrão não se portam tão bem. Encontrarás perceptíveis slowdowns na PS4 e quedas severas para meios 40s numa Xbox One S. Obviamente, preferimos jogar este excelente jogo com a melhor performance possível, mas todas as versões são divertidas de jogar e entregam uma melhoria incrível sobre as versões de anterior geração, que podiam chegar aos baixos 20s nas cenas mais intensas, acompanhado por screen-tearing na Xbox 360.

Estes ports podia ter sido mais do que são, mas são bons o suficiente e os jogos em si permanecem soberbos. O facto de ser possível comprá-los em formato físico é um grande ponto positivo. Além disso, apesar Bayonetta ter recebido diversos ports, Vanquish estava um pouco esquecido, mas agora podes jogá-lo nas actuais máquinas. O PC permanece a melhor forma de todas para jogar ambos, mas se procuras uma versão decente, ambos são recomendáveis, independente da plataforma.

Salta para os comentários (0)

Sobre o Autor

Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (0)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários