NBA 2K21 traz um grande salto de realismo para as consolas de próxima geração

PS5 vs PS4 Pro - consolas Xbox Series também testadas.

Já faz muito tempo que não cobrimos títulos desportivos no Digital Foundry, mas com a chegada de NBA 2K21 na nova onda de consolas, estamos a ver algo genuinamente fascinante, com um salto de geração adequado em fidelidade em toda a linha. Para ilustrar isso, demos uma vista no jogo principalmente na PlayStation 5 e PS4 Pro, mas também passamos algum tempo com as duas consolas Xbox Series.

Oferecer uma melhoria tão grande na qualidade é uma grande conquista, na minha opinião. Embora possa não parecer assim na superfície, os jogos de desporto são - pelo que posso dizer - um dos géneros mais difíceis de trabalhar. Apertados cronogramas de desenvolvimento exigem entradas anuais em cada série, o que significa menos tempo entre cada lançamento, mas mais do que isso, esses jogos precisam corresponder a uma experiência "real" adequada, muitas vezes entregue com uma apresentação semelhante à da TV. Um jogo como o NBA 2K21 precisa lidar com pessoas reais em lugares reais executando acções complexas e interligadas. Se não o executar bem, irá mergulhar directamente num vale misterioso.

Então, o que torna isso tão difícil? Bem, definir as arenas e as semelhanças dos jogadores é uma grande parte da equação, mas é o movimento que torna isso tão difícil. Animação realista, impulso e colisão de cada jogador no campo é um grande desafio. A produtora Visual Concepts - cujo trabalho nesta franquia remonta à era Dreamcast - está a fazer um óptimo trabalho nesse ponto. Embora seja fácil detectar as imperfeições visuais, se simplesmente deixares o jogo fluir, ele realmente começa a parecer surpreendentemente autêntico em acção. Parece realmente basquetebol.

NBA 2K21 inclui uma vasta lista de jogadores, desde atletas actuais da NBA até lendas do passado. Em geral, a qualidade da renderização de cada jogador é de alta qualidade. Os próprios modelos são intrinsecamente detalhados com tons de pele realistas, suor e expressões faciais. Os jogadores olham em redor do campo e reagem às jogadas em tempo real. Não é perfeito, pois há uma sugestão do efeito de 'olhos mortos', mas é sólido. Assim como nas versões de última geração, 2K21 também usa uma simulação de tecido para os equipamentos - conforme nos movemos pelo terreno de jogo, o tecido flui e reage de forma realista

Um olhar no salto geracional proporcionado por NBA 2K21 - uma grande melhoria em relação à última geração e, lembra-te, este é apenas o início.

Mas a diferença da próxima geração é entregue de muitas maneiras, particularmente em termos de materiais, sombras e iluminação. Principalmente, com base em comparações lado a lado, a pele recebe um aumento significativo na sua camada especular, permitindo que as luzes circundantes actuem de forma mais realista na sua superfície. Desta vez os jogadores parecem mais realistas como resultado dessa mudança, ao ponto em que a transpiração acumula-se nos personagens quanto mais eles trabalham. Tudo isso realmente dá vida aos jogadores.

O mesmo também acontece com o terreno de jogo, que recebem novos materiais e também apresentam resultados mais realistas. A cor e a resposta do material são simplesmente mais naturais na versão de próxima geração do jogo. Mas realmente, a atracção principal para mim é a multidão, que oferece um grande impulso em relação às consolas mais antigas. A quantidade de detalhes presente em cada membro da multidão é extremamente impressionante. Todos se movem de forma independente e são muito mais detalhados, a ponto de até mesmo dedos individuais serem renderizados. Sim, se olhares muito de perto, poderás detectar olhos mortos em abundância, problemas de recorte e muito mais, mas, honestamente, funciona muito bem durante o jogo e os replays.

Depois, há os reflexos sobre o próprio terreno de jogo e esta é uma área onde a tecnologia testada e comprovada ganha o dia. Com base no que estou a ver, acredito que o jogo usa reflexos planos em vez de reflexos por ray tracing ou SSR. Os reflexos planos ainda são úteis quando aplicados a um único plano, como o terreno de jogo, mas são muito menos flexíveis num mundo de jogo mais complexo. Nesse caso, os reflexos são alterados por shaders usados ​​nos pisos de madeira para distorcer adequadamente o que se vê. A qualidade e a resolução do reflexo parecem melhoradas na próxima geração em relação à última. É ainda mais convincente e altamente realista. A natureza dos reflexos planos também significa que os objectos podem ser perfeitamente duplicados e os reflexos podem cruzar-se sem problemas. A tabela também recebe reflexos espelhados que mostram o aro em si e a bola enquanto a rede recebe uma boa física quando ao encestar a bola. Nenhum desses recursos é novo na versão da próxima geração, mas tudo parece mais refinado no geral.

Falando em refinamento, a versão actualizada de 2K21 também recebeu algumas melhorias importantes na experiência do usuário. Em primeiro lugar, toda a interface foi completamente reformulada - é totalmente exclusiva para a versão de última geração. A velocidade de armazenamento permite um ecrã de selecção de equipe mais dinâmico, já que é possível carregar rapidamente novos modelos de personagens. É uma grande actualização, aprimorada ainda mais por imensas melhorias no carregamento, que basicamente eliminam todas os ecrãs de carregamento.

Embora ainda haja mais sobre NBA 2K21 para descobrir, acho que esta é uma boa introdução sobre o que podes esperar da nova versão do jogo, mas acho que a questão restante aqui resume-se a como este título será entregue em todos os sistemas de próxima geração. Bem, a boa notícia é que são virtualmente idênticos em termos visuais. A PS5 e a Series X oferecem uma apresentação 4K nativa completa - parece super nítido em ambos os sistemas e todos os visuais parecem iguais entre eles. A propósito, a versão PS4 Pro que usei para testes de última geração também parece funcionar em 4K nativo, mas obviamente com fidelidade visual reduzida. A única diferença aqui, previsivelmente, está na versão da Series S. Este é executado em 1080p nativo. Obtemos os mesmos visuais de última geração da sua irmã, apenas em uma resolução inferior.

O desempenho também é basicamente idêntico: todas as versões usam uma mistura em frame-rate - a jogabilidade opera a 60fps enquanto as repetições e as cenas intersticiais são actualizadas a 30 frames por segundo. Nesses limites, as versões da PlayStation 5 e da Series S operam essencialmente sem falhas, enquanto curiosamente a Series X da Xbox ocasionalmente apresenta quedas de frames únicos. É tudo muito simples, excepto por uma excepção: a opção de câmara paramétrica roda fixa em 60fps na PlayStation 5, mas perde frames nas consolas Series. Felizmente, isso é facilmente evitado usando outros ângulos de câmara (e o ponto de vista paramétrico não é tão bom para o jogo). É realmente apenas uma diferença académica, mas está lá, e a PS5 tem a vantagem aqui.

Eu diria que NBA 2K21 é um lançamento realmente bom para todas as consolas e muito mais impressionante do que eu esperava. Embora as limitações na animação ainda sejam evidentes em alguns pontos, é o jogo de basquetebol mais fluido e realista que já vi. A Visual Concepts estabeleceu um alto padrão aqui quando se trata de qualidade visual e este é apenas o começo, na verdade. Também é bom ver que esta versão é completamente separada da iteração de última geração, sugerindo que eles estão a construir a partir de um novo ponto de partida. Espero que continuemos a ver as coisas a melhorar com o tempo e ficarei fascinado em ver como outras empresas como a EA Sports lidam com a transição. O FIFA 21 acaba de receber sua própria actualização de última geração (incluindo a tão alardeada física do cabelo do Frostbite) e vamos dar-lhe uma vista de olhos em breve.

Salta para os comentários (57)

Sobre o Autor

John Linneman

John Linneman

Staff Writer, Digital Foundry  |  dark1x

An American living in Germany, John has been gaming and collecting games since the late 80s. His keen eye for and obsession with high frame-rates have earned him the nickname "The Human FRAPS" in some circles. He’s also responsible for the creation of DF Retro.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (57)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários