Modern Warfare 2 Remastered na Xbox está muito bom e polido

Mas será que a Xbox One X é mal utilizada?

Um mês após o lançamento na PlayStation 4, Call of Duty: Modern Warfare 2 Campaign Remastered chegou à Xbox One e PC. A Beenox é responsável pelo projecto e o jogo apresenta novas texturas, iluminação e efeitos, alcançados com a ajuda de uma versão mais avançada do motor de Call of Duty: Advanced Warfare. Talvez tenha tanto de remake quanto de remaster pois o jogo respeita a visão original, mas moderniza-o para a actual geração. Da nossa perspectiva, foi um sucesso na PS4 e a versão Xbox One está igualmente boa, mas não tira proveito da Xbox One X.

Existe suporte para a consola mais poderosa da Microsoft, algo que não aconteceu com Modern Warfare Remastered em 2016, no qual as únicas vantagens originaram das inerentes melhorias entregues pela retro-compatibilidade via hardware, significando melhor performance e uma resolução dinâmica que garante 1920x1080. É o que acontece ainda hoje, mas Modern Warfare 2 Remastered consegue uma resolução superior na X.

Os números falam por si. Na Xbox One X, tens 2880x1620 nativa ou 75% de cada eixo. Do que testámos, é fixa, sem quedas mesmo nos momentos mais exigentes. Curiosamente, a PS4 Pro consegue a mesma resolução e ficamos a pensar que a Xbox One X é mal aproveitada. O jogo tem na mesma um aspecto impressionante, especialmente com HDR, mas os números e as comparações com a PS4 Pro sugerem que podiam ter alcançado mais com a Xbox One X.

Modern Warfare 2 remaster a correr nas consolas Xbox One.

Ao passar para a Xbox One S, as coisas ficam próximas do remaster de Modern Warfare. 1080p nativa é o melhor que consegues, mas tal como no jogo de 2016, é uma solução dinâmica que desce abaixo disso. A maioria das imagens nas batalhas exteriores correm numa resolução abaixo dessa, ajustando o eixo horizontal consoante for necessário (o vertical está sempre a 1080). Por exemplo, a batalha inicial na ponte está repleta de IA, transparências e grandes distâncias de visão, puxando o renderizador para 1404x1080. É o número mais baixo que encontrámos, mas poderá ir abaixo disso. De igual forma, o nível no Gulag, com a sua passagem aérea repleta de fumo, afecta imenso a qualidade de imagem na Xbox One original, a performance também pode sofrer quedas.

A maior diferença entre a 1080p dinâmica da S e a 1620p da X está na distância. O delicado detalhe sub-pixel como a mistura nas cercas fica invisível no modelo base, simplesmente porque não existem pixeis suficientes para o apresentar. As comparações também mostram que o filtro de texturas perda imensa qualidade e tal como nas comparações entre PS4 e Pro, também existe uma queda na renderização das sombras. A Xbox One base também apresenta mais ruído nas sombras, mas por baixo da resolução inferior isso é difícil de notar. De resto, não há muito mais a diferenciá-las.

Em termos de performance, o poder da Xbox One X consegue 60 fotogramas por segundo mais consistentes do que na PS4 Pro, mas não é uma grande diferença. A 1080p dinâmica da Xbox One S, combinada com a v-sync adaptável que pode originar um pouco de tearing no topo do ecrã, mostra áreas com melhor performance do que na PS4. Mais uma vez, é uma curiosidade técnica e não uma grande diferença. A performance é mais sólida do que esperava. Tendo em conta a ambição da campanha de Modern Warfare 2, comparada com a do original, isto podia significar problemas nas consolas base. Existem mais balas no ecrã e mais explosões, mas tudo é entregue seja na PS4 ou na Xbox One.

Modern Warfare 2 Remastered é um jogo sólido em todas as consolas, mas ficamos a pensar que podiam ter feito mais na Xbox One X. A sério, jogar isto um mês após a versão PS4 e a ausência do multi-jogador ainda surpreende. Mesmo o Spec Ops teria sido bom, mas entregar um remaster de COD sem aquilo em que os jogadores mais passam o tempo parece uma oportunidade perdida, especialmente quando a qualidade do remaster da campanha demonstra um grande nível de cuidado e atenção.

Salta para os comentários (22)

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Metro Exodus - Quais as melhores armas do jogo?

Explicamos-te ainda como personalizar e limpar as tuas armas.

Metro Exodus - Todas as localizações dos Postais

Descobre a localização dos 21 postais em Metro Exodus.

Metro Exodus - Onde procurar todos os Diários

Onde encontrar as 71 páginas de Diário em Metro Exodus.

Comentários (22)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários