O teste de rede em Dark Souls Remastered deu-nos o primeiro olhar ao jogo nas quatro consolas. Já o tínhamos visto na PS4 Pro. Corre a 1800p e com algo perto de 60fps fixos, as primeiras impressões foram a de um remaster conservador, mas satisfatório. O teste de rede permitiu-nos ter uma sensação de perspectiva: como se compara a mais poderosa Xbox One X com a PS4 Pro e como estão as duas consolas base?

O código apresentado era de uma versão muito inicial, preparada para testar invasões PvP e restrita a um segmento em Lordran. Apesar do ficheiro ter 3GB - quase o tamanho do jogo completo na anterior geração - ficamos sem muitos dos melhores momentos. Não houve oportunidade para enfrentar o wyvern na ponte ou explorar Sen's Fortress. Tudo bloquado.

O teste de rede dava acesso à área Undead Parish, deixando-te ir até às duas gárgulas no telhado. É pouco, mas o suficiente para provar que o novo código de rede se aguenta bem; tive alguns problemas em invocar Solaire, mas em termos da invasão online, não parecem existir queixas. Tudo resulta e pelo menos no online, está bom.

A Xbox One X oferece a melhor versão deste remaster, sem surpresas, mas não vai muito além da PS4 Pro. Tens uma imagem 3200x1800 nativa, tal como na PS4 Pro e em termos visuais, as funcionalidades são idênticas. Texturas, efeitos, oclusão ambiental e motion blur são exactamente iguais. A performance é a única diferente, onde o rácio de fotogramas não cai. É verdade que o conteúdo era limitado, mas as outras plataformas mostraram quedas.

Jogamos o Dark Souls Teste de Rede em todas as 4 consolas.

É confuso ver que não existe 4K nativa, tendo em conta diferenças na resolução que já vimos entre a X e a Pro. Além disso, a X já mostrou ser capaz de fornecer um aumento de 4x na resolução sobre a Xbox One normal. Dark Souls Remastered opera a 1080p na Xbox One e PS4 - significando que a X consegue uma melhoria de 2.7x. Esta é a uma versão preparada para teste à rede, as coisas podem mudar, mas se isto permanecer, fica a sensação que foi feito por conveniência, ao invés de adaptar o jogo de acordo com o poder de cada consola. 1080p nas consolas base - 1800p nas consolas mais poderosas.

Quaisquer ajustes ou novidades além de mais pixeis são limitados. Estas máquinas correm com definições idênticas às das consolas base. Não afecta muito a apresentação; estas velhas texturas não ficam mal numa TV 4K. Combinado com o trabalho alpha actualizado para poças de sangue, fumo e fogo, a apresentação geral cumpre. Apenas a onda de calor ao acender uma fogueira não se aguenta tão bem.

Existe um pequeno senão na Pro e X. Pode ser um glitch, mas o reflexo de lente está ausente nas duas consolas. As duas consolas base têm-no. É estranho e talvez esteja relacionado com o aumento na resolução para 1800p - criando um conflito com a renderização do efeito. Pelo outro lado, o brilho corre numa resolução superior na X e Pro, conseguindo uma amostra mais precisa em torno dos objectos. Durante a acção, é quase imperceptível, mas o efeito ausente precisará de mais trabalho no jogo final.

PlayStation 4PlayStation 4 ProXbox OneXbox One X
Dark Souls Remastered corre a 1920x1080 nas consolas base e 3200x1800 na PS4 Pro e Xbox One X.
PlayStation 4PlayStation 4 ProXbox OneXbox One X
Texturas, efeitos e distâncias de visão são iguais em todas as quatro - a resolução é a grande diferença.
PlayStation 4PlayStation 4 ProXbox OneXbox One X
O reflexo de lentes está ausente na Pro e X, presente nos modelos padrão. Talvez esteja relacionado com o aumento na resolução.
PlayStation 4PlayStation 4 ProXbox OneXbox One X
Até o filtro de texturas e sombras parecem iguais nas cutscenes. Além do rácio de fotogramas, não esperes grandes extras visuais na X ou Pro.

Em termos de comparações visuais, é isto. Mesmo em 2011 na PS3 e 360, Dark Souls foi ligeiramente subvalorizado em termos visuais. Desde o trabalho dos shaders à complexidade do mundo, o jogo apresentava um grande avanço sobre Demon's Souls. Toda essa ambição teve um custo, a performance - conhecida por cair para números de um dígito em algumas áreas.

Com isso em mente, é um alívio ver o jogo a correr a 60Hz nas consolas e apesar de não termos testes extremos, as indicações apontam para algumas variações entre sistemas no código final. A Xbox One é a que perde mais fotogramas neste teste, seguida pela PS4, depois a Pro e no topo, a Xbox One X que é basicamente perfeita. Veremos como se comportam em Blight Town.

Será interessante ver a recepção a Dark Souls Remastered. Baseado no que vimos neste teste de rede, a Xbox One e PS4 parecem estar iguais em termos de resolução e funcionalidades, sugerindo que poderia ter sido feito mais na consola da Sony. Ambas as máquinas mais poderosas correm a 1800p, deixando a ideia que a Xbox One X não é usada em pleno. O poder extra é usado para ganhos pequenos e será o PC a ir mais além. Teremos mais sobre isto quando chegar o jogo completo.

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Mais artigos pelo Thomas Morgan

Comentários (18)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados