A Electronic Arts surpreendeu ao anunciar uma actualização Xbox One X para Battlefield 1, com um tamanho de 5.8GB cujas notas da DICE apenas mencionam "4K nativa" - uma melhoria que é conseguida, mas existe um senão, o modo multi-jogador não funciona como deveria.

Não sabemos bem o porquê de BF1 receber esta actualização, talvez a DICE esteja a preparar o suporte para Battlefield 5, mas as opções apresentadas deixam água na boca. No suporte PlayStation 4 Pro, a falta de largura de banda na memória e RAM forçaram a DICE a optar por uma pequena melhoria na resolução via checkerboard - mas na Xbox One X, graças às suas especificações mais luxuosas, é possível incorporar algumas das melhores definições do PC - ficar perto de Ultra do PC seria uma grande vitória na consola.

Comparar BF1 na consola contra o PC no máximo mostra que há muito que podia ser adicionado: melhores texturas, terreno com mais detalhe e mais partículas aceleradas pela GPU. Actualmente, a actualização X entrega um salto na resolução e pouco mais. O leque de funcionalidades visuais é igual ao da Pro. Tal como na Pro, a DICE usa uma conversão dinâmica de resolução, que vai até à 4K prometida, mas que desce em cenas mais exigentes, pode ir para 3456x1944, mas já vimos 3360x1890 numa cena - a resolução mais baixa que vimos no modo skirmish para 64 jogadores. Anti-aliasing temporal ajuda, tornando quase impossível detectar as transições, mas a apresentação impressiona num ecrã 4K.

Tal como em outros jogos Frostbite, a conversão é impressionante quando comparada com a Pro. Em cenas iguais, a 4K ativa da X enfrenta 2816x1584 na Pro. Em outra cena que puxa imenso pelo motor, a Pro consegue 2560x1440 e a Xbox One X consegue 3456x1944. É um aumento de 82% para a Xbox One X - não é trivial tendo em conta o aumento no poder da GPU comparado com a PS4 Pro. Na cena mais complexa que encontramos, durante uma condução de um tanque na missão Steel on Steel, a X consegue 3456x1944 e a Pro consegue 2304x1296 - é um aumento de 2.25x no número de pixeis para a X.

Battlefield 1 na Xbox One X e comparação com as versões PC e PS4 Pro.

A DICE já confirmou que a Pro usa checkerboard e tendo em conta as especificações da Xbox One X, poderás pensar que a mesma tecnologia está na consola da Microsoft. Está presente um efeito estilo checkerboard em aproximações extremas, no entanto, o mesmo efeito pontilhado está presenta no PC, onde a implementação de checkerboard é muito improvável, sugerindo que o efeito se deve a alguma parte da conduta pós-processamento. Isto também poderá ajudar a explicar a sua presença na demo PC de Anthem que vimos.

O resultado final é uma imagem mais nítida e limpa na Xbox One X, quando comparada com a da Pro, mas as diferenças ficam-se por aqui. A máquina da Microsoft gera terreno e objectos à mesma distância, enquanto no PC em Ultra HD tens uma melhoria significativa para quem quiser investir numa gráfica de topo. Reflexos screen-space, tecelagem superior, melhor filtro de texturas e distâncias de visão superiores certamente fazem uma grande diferença, tendo em conta a largura de banda na memória da X e as suas melhorias na RAM sobre a Pro, é pena que não existe um modo 1080p com as melhores definições do PC.

E a performance? Existem melhorias no rácio de fotogramas - especialmente na campanha - mas isto é afectado pelo que parece ser um bug severo que foi agora introduzido. O salto na resolução não afecta a performance - temos na maioria 60 fotogramas por segundo na campanha, com a ocasional queda para meios 50s. O multi-jogador, especialmente os mapas para 60 jogadores, também apresenta uma grande vantagem para quem joga na X, podendo ir até 13fps em algumas cenas. Medir correctamente a performance no multi-jogador é difícil e conseguimos isto ao correr em simultâneo na Xbox One X e S no mesmo servidor com jogadores no mesmo esquadrão um atrás do outro. Lado a lado, a X tem uma vantagem inegável - é um bom resultado para quem joga na X, onde terás melhor feedback visual e menor latência. É uma clara vantagem que os donos da X têm sobre os da Xbox normal.

PS4 ProXbox One XPC
A DICE apresenta uma actualização para a Xbox One X que permite ir até 3840x2160. Ajusta-se de acordo com a carga.
Xbox One XPC
A qualidade das sombras e distâncias de visão ainda são superiores no PC em Ultra.
Xbox One XPC
Reflexos Screen-space reflections também estão ausentes na Xbox One X.
PS4 ProXbox One X
As comparações entre a Pro e a X mostram diferenças mínimas, mas no geral estão muito aproximadas em termos de distâncias de visão.
PS4 ProXbox One X
Ambas as consolas sofrem com artefactos similares. É muito provável que a Xbox One X use checkerboarding, tal como na PS4 Pro, mas o PC também apresenta isto, sugerindo que pode ser parte do pós-processamento.
PS4 ProXbox One X
A PS4 Pro nem se compara à Xbox One X em termos de qualidade geral de imagem.

Entrar no multi-jogador também permite testar esse bug - que afecta a performance quando estás numa party do Xbox Live. Na altura da escrita, a qualidade do impacto é um problema sério. Tanto na S como na X o impacto é duro, afecta o rácio de fotogramas nas duas consolas e a consistência da experiência. As quedas são significativas - perto de 10fps na X - mas o problema é a trepidação intrusiva. Está presenta nas duas, mas é muito pior na S, onde o maior pico foi de espantosos 133ms - oito fotogramas.

A inconsistência da acção é fácil de ver e existem relatos que usar a conversa por voz na party afecta ainda mais o jogo. Estejas sozinho ou com outros nessa party, terás o mesmo problema. Deixa a party através da dash e a performance melhora instantaneamente. Podes permanecer no teu esquadrão, mas não podes falar com eles. Não é o ideal e esperamos que a DICE corrija isto.

De resto, a actualização Xbox One X cumpre com as expectativas graças à sua 4K linda, mesmo que as melhorias além da resolução sejam escassas. Dito isto, quem quer os resultados mais nítidos numa consola, esta é a melhor forma de jogar Battlefield 1 e será fascinante ver como será o apoio a BF5.

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Mais artigos pelo Thomas Morgan

Comentários (12)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Battlefield 1 - Dicas para veteranos

Para os mais dedicados à série Battlefield.

Battlefield 1 já corre a 4K nativo na Xbox One X

O suporte veio com a nova actualização.

Expansões de Battlefield 1 e Battlefield 4 gratuitas

Para celebrar a chegada de Battlefield 5.

Battlefield 1 - In the Name of the Tsar gratuita

Adquire a segunda expansão a custo zero.