Digital Foundry - The Witcher 3 na PS4 Pro entrega uma experiência 4K de topo?

A performance é melhor ou pior que a da PS4 base?

A actualização PlayStation 4 Pro para The Witcher 3 chegou esta semana, apresentando finalmente o desejado suporte 4K e o que é descrito pela CD Projekt RED como uma pequena melhoria na performance. É uma actualização pequena - cerca de 100MB - mas o impacto é enorme para os donos da Pro. Até que ponto temos 4K, como se compara com a versão na PS4 base e o que recebe quem joga num ecrã 1080p? Como se compara com o PC maximizado?

Podemos confirmar as nossas primeiras impressões - tens uma imagem 2160p na Pro, conseguida através de checkerboarding. Tecnicamente, a consola renderiza metade do número de pixeis comparado com uma imagem 4K nativa - basicamente 1920x2160. A resolução horizontal foi cortada e o resultado é um pouco menos nítido do que seria de esperar de 4K nativa. No entanto, a técnica checkerboarding na Pro tenta mitigar a perda de qualidade usando informação do fotograma anterior - numa imagem parada, cria uma ilusão respeitável de 3840x2160.

O fim justifica os meios e a Pro está mais nítida e mais limpa do que a PS4 base a 1080p nativa - o único senão está no motion blur que foi desactivado. Isto afecta um pouco a integridade da imagem e torna-se perceptível em arestas de alto contraste. O downsampling para 1080p na Pro é muito boa; de tal forma que a PS4 base deixa a desejar em termos de anti-aliasing e folhagem se as comparares. Quer jogues a 1080p ou a 4K, desfrutas de melhor imagem e as melhorias visuais também se aplicam ao modo 1080p.

Eis The Witcher 3 na PlayStation 4 Pro após a actualização e comparado com as versões PS4 base e PC.

Vale a pena realçar as melhorias visuais na Pro. Primeiro, a oclusão ambiental foi melhorada. Na PS4 base tens oclusão ambiental screen-space, uma versão primitiva onde podes ver brilho na relva durante cutscenes. No lançamento, o PC oferecia alternativas melhores, tais como oclusão ambiental por horizonte - mais refinada, sem brilho. É o que tens agora na Pro com a actualização: a HBAO do PC, criando sombras mais subtis e realistas.

À primeira vista, poderás pensar que a oclusão ambiental foi inferiorizada na Pro - mas parece temos uma forma mais taxativa, de maior resolução, presente. É uma agradável surpresa a Pro não só ter o dobro dos pixeis e estar mais limpa, juntamente com a oclusão ambiental da maior qualidade que tens no PC. Outra boa melhoria na Pro está no filtro de texturas. A PS4 base e a Xbox One deixam a desejar perante o filtro anisotrópico de 16x no PC, na Pro simplesmente não ficaria bem a 4K e com uma definição tão baixa. A CDPR fez o mais acertado e tens algo ao nível de 16x AF no PC.

Como podes ver nas galerias em baixo, as distâncias de visão estão iguais às da PS4 base - as sombras desaparecem no mesmo instante e a sua resolução é idêntica. Se passarmos para as áreas mais detalhadas no centro de Novigrad, os objectivos desaparecem à mesma distância. Entre a PS4 e a Pro, não tens um salto monumental nas definições e toda a largura de banda e velocidade extras da GPU foram usadas para alcançar uma resolução superior. A questão agora é: até que ponto se compara com o PC no máximo?

PCPlayStation 4 Pro 4K
Como se compara o jogo na Pro com o PC a 4K no máximo? Fica sem algumas das melhores definições, enquanto a distância de visão, qualidade da água estão inferiores na consola da Sony.
PCPlayStation 4 Pro 4K
Temos melhores texturas. Olha para o chão aqui, a Pro corre com assets de menor qualidade, apesar de melhorias no filtro de texturas.
PCPlayStation 4 Pro 4K
HairWorks da Nvidia permanece um extra curioso e taxativo do PC, a PS4 Pro nem tenta ter isso.
PCPlayStation 4 Pro 4K
Chegar a 4K via checkerboarding demonstra os limites da Pro ao lado do PC a 4K nativa. Detalhe especular no peito de Geralt está mais nítido a verdadeira 3840x2160.
PCPlayStation 4 Pro 4K
A oclusão ambiental na Pro está diferente da melhor definição no PC.

Com uma máquina poderosa, o PC poderá apresentar muitos benefícios - sem checkerboarding, existe uma grande diferença na nitidez, comparado com a apresentação 4K nativa. A qualidade de imagem sai beneficiada, mas a imagem na PS4 Pro é na mesma espantosa, tendo em conta o poder GPU limitado. No entanto, as restrições na memória da Pro não permitem melhorias na qualidade de texturas - onde o PC brilha. Além disso, a resolução das sombras, distância de visão e densidade de folhagem mostram o PC como a versão ideal. Talvez seja para o melhor mas não temos a HairWorks da Nvidia na Pro, que afecta a performance a 4K mesmo nas melhores gráficas. Todas estes extras ficam de fora e ficas a pensar se algum deles chegará à Xbox One X. Teremos de esperar para ver, mas por enquanto, a PS4 Pro é a versão de consola com melhor aspecto, de longe, mesmo que deixe a desejar comparado com o PC no seu melhor.

Como sempre, tudo tem o seu custo - estas melhorias afectam a performance. Não o afecta em demasia, a Pro opera a 30fps na maioria do tempo. No entanto, áreas exigentes repletas de efeitos alpha correm pior na Pro. Olhando para o teste em Crookbag Bog, temos até 5fps de diferença - 25fps versus 30fps na Ps4 base. Correr por pântanos pesados em alpha, a Pro tem problemas para correr com o dobro dos pixeis da PS4. O resultado é uma diferença consistente, mesmo no centro da cidade, continua a correr a 25fps.

É preocupante pois antes da actualização, esta área corria de forma fluída em todas as máquinas PS4, o modo Boost da Pro suavizava ainda mais os problemas - agora demos um passo para trás. Outra frustração aqui é que não há forma de evitar as quedas na Pro ao passar para modo 1080p. Tendo em conta que aplica super-sampling de 2160p com os mesmos efeitos, a carga de renderização é a mesma. Correr a 1080p dá-te os mesmos 25fps que no modo 4K, criando uma grande diferença na performance comparada com a PS4 base. É o preço da resolução e efeitos superiores, mas apenas as cenas mais exigentes revelam isto.

PlayStation 4 Pro 4KPlayStation 4 Pro 1080pPlayStation 4
The Witcher 3 recebeu suporte para a PS4 Pro, subindo a resolução para 2160p via checkerboarding em modo 4K. Felizmente, a super-sampling está presente - significando melhorias para ecrãs 1080p.
PlayStation 4 Pro 4KPlayStation 4
A imagem também é mais nítida nas cutscenes.
PlayStation 4 Pro 4KPlayStation 4
Tens melhor filtro de texturas na Pro. A textura ali no chão está mais limpa, digna de um ecrã 4K.
PlayStation 4 Pro 4KPlayStation 4
Em outras áreas, a PS4 e a Pro estão absolutamente iguais
PlayStation 4 Pro 4KPlayStation 4
Modelos de personagens, texturas e efeitos estão iguais aos da PS4.
PlayStation 4 Pro 1080pPlayStation 4
Imagem comparativa entre a Pro e a PS4 base a 1080p - nativa 1080p. A diferença na anti-aliasing e filtro de texturas fica mais óbvia.

Mas existe um lado bom a respeito da performance: áreas intensivas para a CPU como Novigrad correm melhor na Pro. A PS4 base tende a soluçar, estas áreas mais exigentes forçam-no a correr a 25fps. Muitos objectos num só local e mais que são carregados ao correr fazem com que seja fácil acontecer soluços, mas a Pro safa-se com 30fps suaves. Faz sentido, os núcleos Jaguar mais rápidos da Pro terão mais facilidade nestas tarefas e renderizar numa resolução superior não tem impacto.

É uma espada de dois bicos. As áreas que desafiam a largura de banda na GPU puxam a Pro para meios 20s, mas a performance foi suavizada em áreas onde acreditamos que a CPU se torna num factor limitador na PS4 base. O resto do jogo permanece inalterado, basicamente é a mesma experiência 30fps que conheces, mas com o potencial para sofrer menos soluços no streaming a correr na Pro.

No geral, podemos dizer que o suporte PS4 Pro de The Witcher 3 é um sucesso. Sim, a performance não está totalmente melhorada, mas existe muito para te deixar contente: os visuais foram melhorados e quem joga numa HDTV terá uma boa imagem. O momento escolhido para a actualização levanta suspeitas - as actualizações PS4 Pro e Xbox One X foram desenvolvidas ao mesmo tempo, sendo um exemplo de como a chegada da nova consola da Microsoft é uma boa notícia para a Sony. Quanto mais máquinas 4K existirem no mercado, maior suporte ambas vão receber. O que fará a CDPR na Xbox One X ainda é desconhecido, mas estaremos de volta a The Witcher 3 quando chegar a nova consola da Microsoft.

Salta para os comentários (23)

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Conteúdos relacionados

Jogos da PS5, incluindo todos os exclusivos, first-party e outros jogos confirmados

Tudo que sabemos sobre o alinhamento para a PlayStation 5.

Avó Skyrim farta da toxicidade e decide abrandar actividade

Senhora de 82 anos não aguenta mais comentários mesquinhos.

Também no site...

Comentários (23)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários