Star Wars Battlefront 2: O Frostbite é testado na Xbox One X

Grandes melhorias na resolução sobre a PS4 Pro, mas e a performance?

Até que ponto a Xbox One X é uma máquina de jogos a 4K e qual a diferença na experiência comparada com a PlayStation 4 Pro da Sony? É isto que gostávamos de ter coberto na análise inicial à consola e com a chegada de mais actualizações, temos uma melhor ideia de como se comparam as duas, mas o que estava a faltar era um teste com o Frostbite - um dos mais avançados motores da actualidade. FIFA 18 mal desafia a consola, mas Star Wars Battlefront 2 é o que procurávamos e os resultados são fascinantes.

De várias formas, temos uma repetição do que vimos em Wolfenstein 2. O motor id Tech 6 partilha várias tecnologias com o Frostbite, desenhadas para maximizar os gráficos em todos os sistemas, mantendo o alvo nos 60fps. A PS4 Pro consegue um máximo de 2560x1440 nos dois, a Xbox One X vai mais longe - muito mais - consegue 3840x2160, 4K nativa. É um aumento de 2.25x no número de pixeis, uma diferença surpreendente, tendo em conta as especificações de cada uma.

A conversão dinâmica de resolução pode encurtar a diferença, mas pode na mesma manter-se grande: baseado nas nossas medidas, varia entre 1296p e 1440p na Pro, subindo para 1800p-2160p na X nas mesmas cenas. Os números são fortes, mas outra tecnologia partilhada com o id Tech ajuda a mitigar ligeiramente as diferenças - anti-aliasing temporal. A implementação do Frostbite não é tão intensiva quanto a da id, mas limpa as arestas e elimina os jaggies, tal como os sinais mais óbvios da conversão.

O resultado é similar ao de Wolfenstein 2. Na Xbox One X, Battlefront 2 fica muito bom num ecrã 4K, oferecendo uma apresentação geral excelente, mesmo se o conversor dinâmico assegurar-se que nem sempre tens uma resolução nativa. Na Pro, é muito menos nítida pois o framebuffer é convertido para uma resolução superior de 4K. Existe ainda outro problema na Pro devido a isto uma vez que a qualidade do filtro de texturas está intimamente ligada à resolução nativa, a Pro é menos nítida e a arte no chão perde ainda mais detalhe, tornando a imagem menos nítida.

Análise a Star Wars Battlefront 2 a 4K na Xbox One X, PS4 Pro e PC a correr no máximo.

Ambas as consolas 4K apresentam super-sampling para 1080p para quem joga num ecrã full HD e são os jogadores Pro que indiscutivelmente mais beneficiam. Passar uma imagem 1440p nativa para um ecrã 4K pode resultar (a qualidade de imagem em For Honor na PS4 Pro é excelente, mesmo correndo a 1440p) mas no geral, um upscale de 2.25x não entrega os visuais que esperas de um ecrã 4K. Para ilustrar a divisão, recomendamos ver as imagens em baixo. Existe uma grande diferente na nitidez ao passar da Pro para a X e em termos do número de pixeis, os ganhos são menores ao passarmos para o PC em 4K.

Além da resolução, a X oferece algumas melhorias periféricas. Não são significativas e tal como a melhoria na qualidade do filtro de texturas, parecem estar ligadas à resolução, mas ainda assim, a definição das sombras está melhor, a oclusão ambiental é mais eficaz e a qualidade dos reflexos fica a meio termo entre a Pro e PC. Também tens arte de maior qualidade, similar à pequena melhoria vista na versão Pro de Battlefield 1 em relação à PS4 base.

Em termos de mais extras, é a versão PC que oferece o pacote completo. Quase todos os aspectos do pós-processamento são melhorados, a qualidade de texturas está superior, os LODs mais distantes e a cobertura no chão pode ser melhorada, produzindo uma cena mais preenchida. A qualidade das sombras está num outro nível, ao ponto de folhas individuais criarem sombras, por isso sim, os jogadores PC com equipamento poderoso podem descansar - a DICE ainda te ama e ao teu equipamento de topo. Battlefront 2 é um jogo lindo e 1080p60 no máximo é possível em gráficas de média gama, como a GeForce GTX 1060 e a Radeon RX 580, com poder de sombra. Na verdade, está tão bom que gostaríamos de ver nas consolas um modo alternativo para avaliar o pacote completo de funcionalidades do Frostbite a 1080p, tendo em conta a impressionante amostra do PC.

PlayStation 4 ProXbox One XPC
Ambas usam conversão dinâmica de resolução. No entanto, a imagem é mais limpa na X e fica mais perto da 4K nativa na maioria do tempo. O máximo na Pro é 1440p, enquanto a X vai até 2160p nativa, na Pro o mínimo é 1296p e na X é 1800p.
PlayStation 4 ProXbox One XPC
A tecelagem está superior no PC. Repara nos modelos mais preenchidos no chão e rochas. A versão PC beneficia com mapas e texturas de maior resolução, adicionando mais detalhe à cena. A X fica a meio caminho entre a Pro e PC
PlayStation 4 ProXbox One XPC
As sombras estão ligeiramente melhores na X - talvez devido à resolução superior. No entanto, é o PC que revela a maior melhoria, com sombras de maior resolução.
PlayStation 4 ProXbox One XPC
A qualidade os reflexos melhora consoante mais poder tiver o hardware. A Xbox One X está entre a Pro e o PC. A Xbox One X apresenta um streaming de texturas ligeiramente mais lento
PlayStation 4 ProXbox One XPC
Os cenários ganham mais vida no PC e têm mais detalhe, enquanto a Pro e X estão idênticas.
PlayStation 4 ProXbox One XPC
O filtro de texturas está idêntico nas duas consolas, mas a resolução superior da X permite sampling superior entre mip-maps, por isso as texturas estão mais limpas. Ainda assim, está muito inferior ao PC

O confronto do Frostbite demonstra que a Xbox One X dá tudo o que tem e é impressionante. No entanto, existe uma área onde a Pro tem uma pequena vantagem: a performance. Jogámos o jogo na Xbox One X no período de acesso antecipado no EA Access, antes da actualização de lançamento. O jogo está na mesma bom, mas a Microsoft diz-nos que o conversor dinâmico foi ajustado na actualização, o que nos fez adiar a análise. Algo que parecia óbvio no código inicial era que a Xbox One X perdia fotogramas - isto persiste na versão revista, mas em menor quantidade.

O tamanho do problema não é exactamente grande. Vê o vídeo em cima e verás que é literalmente um pequeno grupo de quedas que resultam em ocasionais e leves soluços que podem acontecer neste modos. No entanto, o objectivo do conversor dinâmico é assegurar 60fps consistentes e é este nível de performance perfeita que a Pro consegue em cenas onde a X não. Tendo em conta que a consistência das quedas não é forte nestas cenas que testámos nas duas consolas, provavelmente mais ajustes no conversor dinâmico vão resolver isto, mas por mais boa que seja, a Xbox One X não é vencedora definitiva em todas as áreas, por enquanto.

Para quem joga num ecrã 4K, a nova consola da Microsoft entrega uma grande melhoria na apresentação, comparado com a PS4 Pro e a diferença na nitidez e número de pixeis é tão surpreendente quanto foi em Wolfenstein 2. Afinal de contas, as consolas da Microsoft e Sony são fundamentalmente baseadas em tecnologias muito similares: a Xbox One X tem mais poder computacional e mais largura de banda na memória, mas o grande salto nos números de pixeis vistos aqui excede o que seria esperado ao olhar apenas para as especificações. A conclusão é que Battlefront 2 é um grande jogo em todas as plataformas, mas a DICE afinou o jogo na Xbox One X para entregar o que os jogadores que investiram num ecrã ultra HD mais desejam.

Publicidade

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (65)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários