Digital Foundry - Shadow of War destaca as forças e fraquezas da PS4 Pro

É a melhor versão para consolas, mas ainda falta a Xbox One X.

A Monolith Productions regressa com a sequela de Shadow of Mordor de 2014, o ambicioso Shadow of War. Em 3 anos, vai do motor Lithtech para o novo Firebird Engine - código melhorado que suporta batalhas de maior escala e um sistema Nemesis melhorado. Após jogar o jogo na PS4, Xbox One e PS4 Pro, existe uma ordem óbvia para onde corre melhor e onde tem melhor aspecto. Antes da chegada da Xbox One X, a Pro é a melhor consola para o jogar - mas será que isso é suficiente?

A Microsoft apresentou um evento onde tivemos a oportunidade de o jogar na X e brevemente falaremos disso e da versão PC, mas por enquanto, falaremos das consolas disponíveis. Ainda assim, vale a pena dizer que a versão PC revela como a Monoloth lidou com o suporte 4K. Basicamente, precisarás descarregar dois pacotes adicionais para tirar o máximo do jogo a 4K. Um pacote de cinemáticas a 4K - com 25GB de cutscenes pré-renderizadas em maior resolução. Também está disponível na Pro - vale mesmo a pena se jogas em UHD.

Infelizmente, o suporte 4K para a Pro termina aqui - apenas as cinemáticas foram melhoradas. No PC, existe um outro pacote de 15GB para texturas 4K, o que melhora de forma entusiasmante os visuais. É uma opção intensiva para a VRAM, mas que melhora a resolução de todas as texturas - conseguindo superfícies mais nítidas. O requisito mínimo para texturas 4K é uma gráfica de 8GB como a GTX 1070 ou R9 390 - cada uma com um alto nível de VRAM superior ao que está na PS4 Pro. Explica a sua ausência nas consolas - pelo menos até à chegada da versão Xbox One X.

Existe a sensação que não temos o pacote 4K completo na Pro - mas até que ponto isso importa? Tal como em Shadow of Mordor, este novo jogo apresenta duas opções na Pro: dar prioridade à resolução nativa ou à qualidade visual. Funcionou bem no original e está de volta - a diferença entre as duas é grande.

Análise do Digital Foundry a Shadow of War nas consolas.

Ambos os modos usam um framebuffer dinâmico. Ajusta o número de pixeis por fotograma, baseado na carga, e o alvo seria 3840x2160 - possível no original. No entanto, mesmo em cenas menos exigentes, não vimos SoW chegar a 2160p - na verdade, olhar para o céu na Pro apenas nos leva até 1830p. É o mesmo no modo de resolução, que surpreende com um número inferior, 1512p, em missões intensivas. O jogo consegue uma imagem satisfatória num ecrã 4K - especialmente com suporte HDR - e em média, a resolução fica a 1620p.

O modo de qualidade na Pro oferece um alcance muito similar, com benefícios adicionais. 1620p é o número habitual - um grande salto sobre a 1080p usada na PS4 base. Mas além disso, tens um jogo de melhor aspecto, com distâncias de visão superiores na geometria e sombras.

Não tem o pacote de texturas 4K, mas consegue minimizar imenso o pop-in visto nas outras consolas. Árvores, montanhas, casas - tudo é renderizado a uma maior distância. É um nível superior de detalhe que, na prática, afecta pouco a forma como funciona a resolução dinâmica. Além disso, os modos de qualidade e resolução também melhoram a oclusão ambiental sobre as outras consolas.

Recomendamos jogar com o modo de qualidade para ter a melhor imagem na Pro. Outro benefício é que recebes super-sampling a jogar a 1080p - juntamente com maiores distâncias de visão. É um bónus decente, disponível para todos.

PlayStation 4 ProPlayStation 4Xbox One
A Pro não consegue 4K nativa, mas a resolução dinâmica varia entre 1512p e 1830p - ficando habitualmente a 1620p. É na mesma um grande salto sobre a 1080p da consola base e com melhor oclusão ambiental.
PlayStation 4 ProPlayStation 4Xbox One
A Xbox One perde em qualidade de imagem para a PS4 - usa uma resolução dinâmica com um máximo de 1080p. Na realidade, em zonas exigentes corre a 972p. Repara também nas sombras inferiores na Xbox One.
PlayStation 4 ProPlayStation 4Xbox One
A distância de visão está muito melhorada na Pro. Geometria, texturas e sombras são geradas na parede do castelo - ausentes na PS4 base e Xbox One.
PlayStation 4 ProPlayStation 4Xbox One
Batalhas de maior escalha significam zonas mais abertas - onde a maior resolução da Pro ajuda a distinguir os inimigos.
PlayStation 4 ProPlayStation 4Xbox One
Infelizmente, a qualidade das texturas na Pro é igual à das outras duas consolas.
PlayStation 4 ProPlayStation 4Xbox One
Imagem a 1080p em todas as consolas, na PS4 Pro com super-sampling. Repara na inferiorização das sombras na Xbox One.

O único ponto negativo são as texturas na Pro, que estão idênticas às da PS4 base e Xbox One. Isto é preocupante pois ao longo do jogo, é difícil não reparar na inconsistência dos assets. Pelo outro lado, de forma positiva, os mapas de oclusão em paralaxe são muito bem usados, dando profundidade 3D às pegadas na neve e lama.

No entanto, aproxima-te das torres de vigia e começarás a ver texturas esborratadas que não parecem desta geração. Normalmente, até poderia ser visto como uma falha, mas acontece frequentemente e destaca-se num ecrã 4K. Estes assets de baixa resolução são usados em todas as consolas - algumas até nas cutscenes. Tudo isto sugere que não é uma falha ou um engano. Talvez seja corrigido numa actualização, mas de momento acontece de forma consistente.

Comparadas com a Pro, é a resolução que divide as outras versões. A PS4 base consegue 1080p nativa, enquanto na Xbox One o alvo é o mesmo, mas ajusta-se de forma dinâmica. Em cenas mais exigentes, a Xbox One desce para 972p - mas opera muito tempo a 1080p nativa. Acontece com frequência suficiente para tornar alguns detalhes menos nítidos. As restantes definições são idênticas.

Uma área que está claramente pior na Xbox One é a qualidade das sombras, significando que tens sombras de menor resolução criadas por Talion. Mesmo à distância, a Xbox One apresenta uma qualidade inferior ao que temos nas consolas PlayStation - que partilham a mesma definição. Tradicionalmente, é das maiores exigências nos jogos PC, ao lado da resolução e anti-aliasing, enquadrando-se com a optimização do original na Xbox One.

PlayStation 4 Pro QualityPlayStation 4 Pro ResolutionPlayStation 4
Os dois modos na Pro. O modo qualidade consegue distâncias de visão superiores, enquanto o modo resolução usa definições similares às da PS4 base. Tudo é apresentado a 1080p, com super-sampling
PlayStation 4 Pro QualityPlayStation 4 Pro Resolution
Outra imagem 1080p para demonstrar os diferentes níveis de transição em cada modo. A oclusão ambiental permanece igual em todos os modos, sempre superior à da PS4 base.
PlayStation 4 Pro QualityPlayStation 4 Pro Resolution
Imagem a 4K dos dois modos na Pro. O número de pixeis é muito aproximado - cada um fica numa média de 1620p - a vantagem no modo de resolução é difícil de ver.
PlayStation 4 Pro QualityPlayStation 4 Pro Resolution
O pop-in é altamente reduzido no modo de qualidade. As melhorias na distância de visão também fazem com que seja a melhor opção para quem joga na Pro.
PlayStation 4 Pro QualityPlayStation 4 Pro Resolution
Ao perto, os outros aspectos são idênticos.

A performance é sólida. Ao testar as primeiras horas em cada consola, existem poucas quedas. Os 30fps é o alvo, sendo óbvio que existe espaço para isso acontecer; a Pro consegue 30fps no cerco ao castelo logo no início. A resolução dinâmica é o grande compromisso aqui; mas ao controlar a resolução, os rácios de fotogramas são muito suaves.

A PS4 base também consegue aguentar-se bem, com poucos soluços. No entanto, juntamente com a Xbox One, apresenta alguns pequenos problemas ao enfrentar os inimigos de maior tamanho. Aqui vemos a v-sync adaptável em acção - algum tear no topo do ecrã. Não é registado pelo olho por isso é raro e breve, mas é um sinal das quedas na performance nas fases mais avançadas. Estes problemas são pequenos e podemos dizer que todas estão bem ajustadas para correr a 30fps.

Shadow of War é um grande esforço da Monolith, com uma boa performance e somente afectado por algumas texturas de baixa qualidade, que ficam especialmente mal num ecrã 4K. Isto significa que o suporte Pro deixa a desejar, apesar da resolução dinâmica funcionar bem, as texturas precisam de uma melhoria à altura da resolução. A Xbox One X poderá tirar proveito a sério quando chegar, uma vez que tem a RAM extra para suportar texturas 4K de maior qualidade - e podemos confirmar que os modos de resolução e qualidade permanecem na X, juntamente com a capacidade para correr a 4K nativa ou com resolução dinâmica.

A Monolith claramente tem mais para oferecer para os potenciais jogadores Xbox One X. Por enquanto, a Pro é a melhor forma de o jogar nas consolas. Recomendados descarregar o pacote de cinemáticas 4K e pelo menos tens melhores distâncias de visão. Vai além da PS4 base, mas a qualidade variável dos assets é preocupante - se o pacote de texturas 4K do PC chegar à Xbox One X, corrigirá as falhas da versão Pro e apresentar um aspecto muito melhorado. Por consequência, poderá ser a maior diferença entre a Pro e a X até à data.

Publicidade

Salta para os comentários (26)

Sobre o Autor

Thomas Morgan

Thomas Morgan

Senior Staff Writer, Digital Foundry

32-bit era nostalgic and gadget enthusiast Tom has been writing for Eurogamer and Digital Foundry since 2011. His favourite games include Gitaroo Man, F-Zero GX and StarCraft 2.

Conteúdos relacionados

Dragon Ball Z: Kakarot Review - Se o Veku fosse um jogo

Uma fusão de géneros que podia ter corrido melhor.

Phil Spencer diz que o rácio de fotogramas é mais importante do que a resolução

É a sua preferência e o que tenta defender perante os estúdios.

Rumor: Capcom revelará novo jogo muito em breve

Para a próxima geração de consolas.

Subscritores do Stadia descontentes com a Google

Queixam-se da escassez de ofertas.

Eis os Games with Gold de Fevereiro

Star Wars Battlefront da Xbox.

Também no site...

Comentários (26)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários