PS4 Pro terá 'modo boost' que corre jogos PS4 sem actualização com maior suavidade

Imagem sugere esta nova funcionalidade na actualização 4.5 da consola.  

A Sony revelou os novos detalhes sobre a actualização 4.5 da PlayStation 4, que inclui o aguardado suporte para discos externos, mas segundo algumas imagens que surgiram online, parece que a nova actualização adiciona suporte para um 'modo boost' na PS4 Pro, permitindo que jogos PS4 sem actualização utilizem o poder da nova consola.

A notícia chega através de uma imagem que vimos no NeoGAF, reproduzida em baixo, que parece originar da versão Japonesa da beta da v4.5. O texto relevante, juntamente com uma tradução a cargo de John Linneman, do Digital Foundry, segue em baixo:

PS4 Pro (CUH-7000シリーズ)の発売より前にリリースされたゲームをプレイする前に、フレームレートの向上などによって、高品質なゲームプレイを楽しめる場合があります。ゲームプレイ中に期時しない動作が生じる場合にはオフにしてください

Tradução: "Em alguns casos, é possível desfrutar de gameplay de alta qualidade, tal como rácios de fotogramas melhorados em jogos lançados antes da PS4 Pro (série CUH-7000) ter chegado às lojas. Se encontrares qualquer comportamento inesperado durante o gameplay, desliga esta opção por favor."

Parece que a Sony seguiu a nossa sugestão feita em Agosto, para introduzir uma opção onde o poder da Pro pode ser empregue em todos os jogos existentes da PS4, mesmo sem actualização. De momento, quando um jogo PS4 normal corre na Pro, a consola baixa o relógio da CPU e a largura de banda da memória, baixando a frequência da GPU e desactivando metade das 36 unidades computacionais da Pro - transformando a máquina no modelo base.

screen
Eis a imagem que circula pela internet, que apresenta o modo 'boost' nos modelos CUH-7000 PS4 Pro.
PS4 Base PS4 Pro Boost
CPU Oito núcleos Jaguar a 1.6GHz Oito núcleos Jaguar a 2.1GHz 1.3x
GPU 18 unidades computacionais GCN da Radeon GCN a 800MHz 36 unidades computacionais GCN melhoradas que correm a 911MHz 2.3x FLOPs
Memória 8GB GDDR5 a 176GB/s 8GB GDDR5 a 218GB/s 24% de largura de banda adicional, 512MB de memória adicional utilizável

Ao abrir o acesso ao poder CPU e GPU adicional da Pro, os jogos PS4 sem actualização podem correr com mais suavidade. Os jogos que têm os 60fps como alvo e não chegam lá - Tom Raider Definitive Edition ou Project CARS, por exemplo - podem ter melhores probabilidades de chegar a 60fps fixos. Jogos com um alvo nos 30fps sujeitos a quedas perceptíveis - como Batman: Arkham Knight, Just Cause 3 e The Witcher 3 - também podem beneficiar. Jogos que usam conversão dinâmica de resolução, como Doom 2016, também podem melhorar com uma performance mais firme e mais tempo nas resoluções superiores.

No entanto, para sermos claros, não iremos ver jogos a correr em rácios de fotogramas superiores aos bloqueios que foram estabelecidos, e não teremos mudanças drásticas na resolução. Os jogos que alcançam de forma consistente os seus alvos de performance irão estar exactamente como já estão.

Outro aspecto a considerar é como a Sony implementou esta funcionalidade e até que ponto as capacidades da Pro são desbloqueadas para jogos da PS4 normal. Quando falamos com Mark Cerny, arquitecto da PS4, e lhe perguntámos sobre correr jogos da PS4 normal com o poder da Pro, ele disse que a compatibilidade com o existente conjunto de 700 jogos era do mais importante. De momento, não sabemos se as totais capacidades da Pro serão empregues nos títulos da PS4 normal - se a compatibilidade for problemática, a Sony irá seguir outra rota. Por exemplo, pode optar por melhorar os relógios da GPU para os 911MHz padrão na Pro, mas deixar tudo o resto a correr com as especificações da consola normal. Presumindo que a funcionalidade está mesmo incluída na actualização 4.5, esperamos que mais detalhes cheguem em breve.

Actualmente, as informações são entusiasmantes mas ainda não foram confirmadas oficialmente. Quando tivermos uma reacção oficial da Sony, actualizaremos as notícias.

Publicidade

Salta para os comentários (32)

Sobre o Autor

Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Conteúdos relacionados

PS5 ganha forma em vídeo conceptual

DualShock 5 também foi renderizado em 3D.

Pokémon Sword & Shield Review - A série precisa de uma mega-evolução

A transição da Gamefreak para a Switch não é suave.

Mark Wahlberg será Sully no filme de Uncharted

O actor já chegou a ter o papel de Nathan Drake.

Halo: Reach poderá chegar hoje ao PC e Xbox One

Possível lançamento surpresa da Microsoft.

Também no site...

Comentários (32)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários