Digital Foundry vs Alienation

Belos gráficos, mas é um bom sucessor de Resogun?

Conhecidos pelos seus jogos arcade de acção, o Housemarque entrega agora Alienation, um frenético shooter apoiado por tecnologia impressionante. É similar a Dead Nation mas o foco na ficção científica permite novas oportunidades de jogo e excelentes efeitos visuais. O foco em visuais de topo significa que corre a 30fps e não a 60fps, fazendo com que o movimento não seja tão suave e os controlos não tenham uma resposta tão boa.

Como esperado de um jogo a nativa 1080p com anti-aliasing pós-processamento, a acção é limpa e apesar de alguns artefactos, não existe muito do efeito serra. O destaque está na forma como são apresentados os personagens e objectos nos cenários. O esquema por físicas permite que diferentes superfícies reajam de forma realista a diferentes condições de iluminação, reforçando o aspecto estilizado do jogo.

Um olhar à tecnologia do exclusivo PS4. Corre a 30fps mas é visual fascinante.

O espectáculo pirotécnico deste shooter arcade é incrível a destruição dos cenários melhora o gameplay. A forma como reagem aos tiros dá um belo toque de realismo à experiência. O uso de físicas afecta os sistemas de vento e partículas, enquanto armas com feixes de energia cortam pelas partículas. Existem diversos elementos como estes que revelam uma incrível atenção ao detalhe e facilmente o jogador fica impressionado.

Devido ao investimento na tecnologia, fica óbvio que os 60fps estão fora do alcance. É pena pois significa que o gameplay não tem uma resposta tão boa. Como corre a 30fps, nunca temos a resposta rápida e suave de outros jogos arcade rápidos. É uma questão de hábito mas o gameplay sente-se menos refinado. A boa notícia é que a performance corre quase sempre a 30fps, apenas ocasionalmente perde fotogramas.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários