Análise à Performance: Doom beta na PS4 e Xbox One

O Digital Foundry avalia as melhorias tecnológicas.

Ao longo destes meses, Doom tem passado por várias betas, com actualizações e ajustes adicionados enquanto o id Software refina a experiência até o lançamento a 13 de Maio. O alvo são 60fps para a campanha e multijogador, sendo essencial um alto e consistente rácio de fotogramas para esta gameplay.

A componente multijogador tem sido criticada devido aos loadouts e subida de níveis - mas ainda é cedo para dizer como vai afectar a experiência. Além das controvérsias no gameplay, a experiência tecnológica aguenta-se bem na PlayStation 4 e Xbox One, entregando uma experiência sólida nos desejados 60fps.

E este parece ter sido um teste genuíno - o id refinou a tecnologia nas várias betas. A v-sync adaptável presente nas anteriores, que causava screen-tear perceptível nas anteriores foi removida nesta e o código refinado mantém a v-sync a todo o tempo, sem afectar em demasia a performance.

Os rácios de fotogramas parecem similares aos da beta fechada na PS4, mas sem o tearing nas cenas mais exigentes. A estabilidade online está muito melhor na Xbox One, após os problemas encontrados na beta fechada. Desta vez, não tivemos problemas em entrar numa partida e apesar de ser lento encontrar uma partida, assim que era encontrada não mais surgiam atrasos.

O alvo são 60fps sólidos nas consolas e baseado nesta beta, a PS4 e a Xbox One conseguem uma performance consistente com apenas problemas menores.

A performance está melhor e as duas consolas oferecem uma experiência similar. Quando o motor passa por mais dificuldades, transparências alpha dos tiros das armas criam leve trepidação mas rapidamente desaparecem e os rácios de fotogramas voltam de 55fps para 60fps. Na maior parte do tempo, o gameplay fica perto do alvo desejado. A pior queda que vimos na Xbox One foi para os 50fps, algo que não aconteceu na PS4 e foi uma excepção.

No entanto, esta estabilidade na Xbox One tem um custo, mas não afecta o gameplay. É empregue uma resolução 900p enquanto na PS4 temos full HD. A qualidade de imagem não é tão boa mas o uso de anti-aliasing temporal juntamente com o esquema de cores, assegura que não existem artefactos no ecrã. As arestas parecem suaves e a cobertura de shader providencia uma imagem limpa que se aguenta bem ao lado da imagem PS4 - que em si parece também demasiado suave. É raro ver uma imagem tão limpa fora do PC com extremos níveis de supersampling e é bom de ver.

Os mapas na beta permite olhar melhor para o idTech 6, que introduz boas melhorias visuais sobre Rage. Iluminação e sombras dinâmicas são empregues de forma mais liberal, reforçando os visuais, e o pop-in de texturas é menos perceptível. O idTech 6 parece utilizar uma ideologia diferente e a mega-texturização não parece limitar o uso de efeitos e iluminação como visto em Rage. A performance também não sofre com o aumentar dos efeitos dinâmicos, como em The Evil Within, que usou o idTech 5.

A versão PS4 na beta fechada, o jogo tinha bom aspecto - mas agora, o tearing desapareceu.

Ainda existem problemas devido à inclusão da tecnologia de texturização virtual. O carregamento de mip-maps de texturas baseia-se no ângulo e aproximação da câmara por isso, alguns bens ainda alterna entre arte de menor e maior qualidade. A resolução base das texturas é baixa, algumas superfícies não têm os detalhes elevados de muitos jogos da actual geração. As sombras são refinadas e suaves e as sombras dos cenários não têm o efeito em serra visto geralmente em equivalentes em tempo real nas consolas. Existe um equilíbrio entre elementos em tempo real e pré-concebidos, funciona bem.

O multijogador de Doom está a ganhar boa performance nas consolas. Os comandos respondem bem e os rácios de fotogramas não afectam o gameplay quando caem. Doom parece pronto para entregar o que se pede a um shooter competitivo; boa resposta dos comandos, movimentos suaves e gameplay rápido.

Do que vimos, a campanha será melhor conseguida em termos visuais, com mais detalhe e efeitos. É mais exigente do que a porção multijogador e chegar a este nível de performance será um desafio. Faltam poucas semanas para descobrir como o jogo está, e como consegue aguentar os 60fps.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (2)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários