Codificação HD em Tempo Real na PS3? • Página 2

Digital Foundry submete o Cell a um teste sério.

Decidi colocar o CodecSys contra duas configurações diferentes de PC, executando o codificador open source x264, e a questão por trás disto é muito simples. Com a sua dupla de 200/2000 dólares, os utilizadores pessoais poderão comprar uma actualização ao CPU e memória RAM pelo preço do codificador, enquanto os profissionais poderão comprar um estado-da-arte Core I7, pelo mesmo encargo financeiro. E aqui estão quatro codificações diferentes usando três conjunto de equipamentos. É usado o player de vídeo da Eurogamer em HD, mas para veres toda a resolução 720p, tens que carregar no botão ecrã completo. A configuração padrão é de 960x540, com o vídeo HD reduzido. Isto produz um efeito conhecido como super-dimensionamento que pode reduzir o artifacting ... não é bom em termos de comparação de qualidade.

1. Core i7 Workstation: Correndo a 3.33GHz, esta unidade foi criada especialmente para a codificação em h264, e também como local para jogar. Conjuguei o maior número de parâmetros que consegui contra o codificador CodecSys (incluindo a limitação de uma passagem do codificador - efectivamente limitei o potencial do x264 logo à partida), mas ainda com um olho numa razoável qualidade e produzi este vídeos em 183 segundos. Vale a pena salientar que o mesmo hardware leva até 30 minutos para processar um clip como este para o meu codificador típico em HD para a Eurogamer, pelo que está ainda muito longe do topo de gama.

2. Pentium Dual Core PC: Um CPU E5200 2.5GHz dual-core, com base na arquitectura do Core 2 e comprado com o meu próprio dinheiro a uns tremendamente baixos 52 libras. Foi agora descontinuado em favor do 2.6GHz E5300, que tem o mesmo preço ultra-baixo. Eu também o equipei com uma RAM de 2GB (Mais 25 Libras). À actual taxa de câmbio sobraria umas 44 libras para a motherboard, isto se precisasses (ou um CPU mais rápido), tudo isto contra o custo de uma licença do CodecSys. As mesmas configurações utilizadas no Core I7 vídeo, obtiveram 478 segundos, mas este vídeo, com um perfil de codificação inferior ficou completo em 208 segundos.

3. CodecSys CE-10: A PS3 estava ligada ao sistema I7 de trabalho (a importância disto será evidente mais tarde) e atingiu uma média espantosa na velocidade de codificação, a uns 35-40FPS, com o vídeo a ficar completo nuns 52 segundos. Yup, quatro vezes mais rápido do que o "rápido" codificador dual-core Pentium. Infelizmente, o resultado é este vídeo muito triste de se olhar - longe da mesma liga dos codificadores x264.

Portanto, a conclusão é um tanto desanimadora. O CodecSys atinge resultados relâmpagos, mas eles são simplesmente inutilizáveis quando codificando o vídeo a exigentes bitrates baixos. De fato, analisando o stream do codificador CE-10, ele produz, uma série de inconvenientes na codificação, mais um notavelmente montion de busca pobre, num desperdício de largura de banda, num número relativamente grande de intra-blocos, e uma má taxa de controle, com um bitrate a cortar o impacto da qualidade.

Embora tenha uma óbvia vantagem na velocidade, o facto é que podes efectivamente fazer com que o x264 funcione tão rápido como desejas se escolheres suficientes definições de qualidade. Infelizmente, não podes subir as definições de qualidade no CodecSys. Sobre o vídeo de teste não existe os suficientes ajustes para produzir um significativo aumento na qualidade de vídeo, e simplesmente não é bom o suficiente em comparação com a concorrência.

options1
options2
A opções da codificação h264 são limitadas ao que vês aqui. Há realmente uma grande quantidade que não podes realmente alterar para melhorar a qualidade, e isso é extremamente surpreendente tendo em conta que este se destina a um mercado de prosumer - produtor/consumidor.

Os seus aspectos de velocidade são também condicionados ao poder do PC. Eu originalmente executei o teste do CodecSys no meu portátil a 2.5GHz Core 2 (2.5GHz separado para o desktop usado acima) e consegui uns pobres 8FPS, devido à natureza de perda do HD fonte. Isto porque, enquanto o PS3 está a fazer a codificação, a decodificação dos clips da fonte devem ser feitos no PC, mais neste caso, os discos rígidos portáteis são significativamente mais lentos do que seus equivalentes no desktop. Portanto, dependendo do que estás a codificar, ainda precisarás de um PC bastante potente para manter o CodecSys CE-10 "alimentado" com dados suficientes para sustentar a incrível velocidade. A Fixstars recomenda um PC 1.8GHz dual-core com um conjunto RAID.

Quanto mais largura de banda der ao CodecSys CE-10, melhor os resultados, mas o facto é que o mesmo é verdadeiro para qualquer codificador, e nos meus testes de clips com 8Mbps e 16Mbps, o x264 mais uma vez teve uma clara vantagem na qualidade. Vale a pena ter em mente que este estava também com um codificador de uma passagem - há ainda mais qualidade para tirar do x264, indo para uma passagem dupla, que no meu testes adicionou entre 25 a 30 por cento ao tempo de codificação. O CodecSys CE-10 permite codificar até 150Mbps, mas assim que alcançar esses níveis de elevada massa, não vais estar a usar o h264, estarás a usar um dos codecs dos profissionais da indústria, como o Avid DNxHD, CineForm HD ou ProRes da Apple.

Onde fiquei curioso é que a codificação do CodecSys parece que mantém velocidades muito semelhantes, não importa que tipo de mudanças fazes nas definições. Isto sugere que o codificador está totalmente construído para a velocidade, e suporta o que descobri, que a qualidade é mais uma preocupação secundária. A flexibilidade é também um grande problema. Não há suporte para o formato MP4 (embora - veio com uma actualização, mas isto são coisas básicas), e limitados perfis. Esperarias claro que um codificador pessoal de h264 conseguiria automaticamente produzir vídeos, por exemplo para a PSP, iPod e AppleTV, mas o CE-10, ainda não contem um ajuste embebido de imagens. É uma outra característica que vem mais tarde.

Tudo isto leva-nos à inevitável conclusão de que, aqui e agora, estarás melhor servido numa actualização ao teu computador do que ires às escuras para o poder do Cell que poderás já ter instalado na tua casa. A velocidade está lá, mas vem à custa de muita porrada na qualidade. Embora seja verdade que o meu teste não é um vídeo típico. Pela sua própria natureza, é um teste de esforço. Uma cópia média de um filme ou uma codificação de um vídeo de uma câmara ficará muito melhor, mas o ponto é que o software de codificação para PC irá efectuar um trabalho melhor ainda, e isso não te vai custar 200 dólares. Em relação ao pacote mais caro, é óbvio que que um profissional iria à procura de flexibilidade, com base na qualidade da solução se tivessem um orçamento 2.000 dólares para brincar; O CE-10 tem tanta falta na questão chave da funcionalidade que não vale a pena perguntar preço.

A todos aos que suscita a pergunta: quão útil será o Cell como um co-processador? Folding @ Home aniquila o PC em termos de velocidade, mas os clients do GPU são ainda significativamente mais rápidos. Dito isto, o fato é que, nesse caso, quanto mais rápido for a plataforma de uso, quanto mais estreito será o trabalho do Folding. O multi-core client PC lida com trabalhos mais complexos do que as unidades PS3, o que, por sua vez, trabalha em tarefas mais difíceis do que a versão GPU. Diferentes arquitecturas, diferentes utilizações, resultados diferentes. Todos têm os seus usos, mas continua a ser o PC o mais versátil e, finalmente, a mais útil globalmente.

Aplicando esta lógica de codificação de vídeos, a questão que terá de ser levantada é se o nível de qualidade será alguma vez competitivo. É o Cell realmente construído para atingir altos níveis de qualidade nos trabalhos de codificação? Neste momento, o júri está fora. Procurando transmitir algo positivo, o CodecSys CE-10 é um projecto em curso. Como o x264, é um software baseado em codificador, e a Fixstars está a trabalhar para melhorar o programa. Aqui e agora, porém, o CE-10 é uma experiência intrigante e divertida para brincar com a duração de 14 dias de teste, mas necessita de alguns sérias melhorias a fim de competir com as mais tradicionais soluções e assim fazer com que valha a pena o pagamento.

Salta para os comentários (22)

Sobre o Autor

Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Conteúdos relacionados

Xbox Series bate recordes de procura na Microsoft

Nunca houve consolas da marca tão desejadas.

Microsoft quer comprar mais estúdios

"O conteúdo é um incrível argumento".

Vendas da Xbox One X disparam 750% na Amazon

No dia das reservas da Series X.

eFootball PES 2021 Review - Actualização de temporada

A série comemora 1/4 de século com preço especial.

Também no site...

Baldur's Gate 3 adiado para Outubro

Apenas uma semana de atraso.

Black Widow adiado para Maio de 2021

Força mudanças no calendário da Marvel.

The Game Awards 2020 decorrerá a 10 de Dezembro

Anunciado novo prémio de acessibilidade.

Doom Eternal chegará ao Xbox Game Pass em breve

A Microsoft largou a pista no Twitter.

eFootball PES 2021 Review - Actualização de temporada

A série comemora 1/4 de século com preço especial.

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários