Atomic Games pode estar perto de fechar

Devido cancelamento de Six Days in Fallujah.

A meio caminho entre jogo e documentário, o anúncio de Six Days in Fallujah não deixou ninguém indiferente.

Com o objectivo de recriar o maior conflito urbano dos últimos tempos ocorrido no seio da Guerra do Iraque, este jogo está a ser um projecto demasiadamente polémico para poder seguir em frente. Aqueles que se opunham ao jogo, entre eles familiares de alguns soldados mortos em combate, de certo ficarão satisfeitos por saber que a Atomic Games, a produtora do jogo, está quase morta.

Um fonte anónima disse ao site Industry Gamers que, "Das 75 pessoas, menos de uma dúzia permanece na equipa, e desses, uma terça parte nem sequer são programadores. A equipa que se mantém é basicamente um esqueleto que brevemente também sairá. Estão a tentar minimizar a importância destas demissões, mas a realidade é que a Atomic Games está quase morta."

Já era conhecido que a Atomic Games estava a atravessar dificuldades, principalmente desde que a Konami se recusou a publicar Six Days in Fallujah depois da revolta social que gerou, e de na semana passada terem anunciado alguns despedimentos, mas não se sabia que era tão grave. No entanto há que ter em conta que a fonte é anónima e que nada disto é oficial.

Salta para os comentários (5)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Tentam imaginar como será a PS5 Slim e PS5 Pro

Designer conceptual apresenta a sua proposta.

Hideo Kojima maravilhado com Arcane da Netflix

Diz que é uma obra de incrível qualidade.

Cópias de Halo Infinite já andam nas mãos de consumidores

Ainda falta mais de uma semana para o lançamento.

Também no site...

Comentários (5)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários