Alone in The Dark: Near Death Investigation

A escuridão tomou conta de nós

Ouvir falar de um jogo Alone in the Dark não é novidade, visto que esta série foi a primeira a explorar o género de “survival horror”, mesmo antes de Resident Evil, que saiu para as lojas algo como 4 anos depois.

A cargo da Eden Studios, Alone in The Dark: Near Death Investigation coloca-nos, mais uma vez, na pele de Edward Carnby, com a cidade de Nova Iorque a acolher toda a acção. Falando de forma mais rigorosa, será a região do carismático “Central Park”, sendo que vários locais como restaurantes, cinemas e casas em geral serão passíveis de serem exploradas.

Como seria de esperar, os puzzles vão marcar presença no jogo, mas a interacção com o cenário vai ter um peso maior, e de certa forma estes dois factores estão ligados. Em primeiro lugar, ao contrário de outros jogos deste estilo, não existe um inventário, ou seja, tudo o que transportamos connosco irá estar presente no casaco de Edward Carnby. Através dele é possível escolher o item que se adapta melhor à situação, mas a inovação está no facto de podermos utilizar vários objectos em conjunto, ou seja, se, por exemplo, estivermos num local com muitos inimigos, e se não tivermos muitas balas na nossa arma, podemos atirar um pequeno recipiente com gasolina e, num efeito de “slow motion” disparar contra ele, eliminando a horda de inimigos sem grandes problemas com a explosão.

1
A utilização do fogo será fundamental para avançar no jogo

Sendo que grande parte dos objectos presentes no cenário são interactivos, podemos jogar com eles para ser mais fácil avançar no jogo. Em certas alturas teremos de incendiar cadeiras e transpor o fogo delas para portas que se encontram fechadas. Ao fim de alguns segundos, num efeito realmente espectacular, a porta desfaz-se em pequenos pedaços e podemos continuar a nossa aventura. Mas não é só com o fogo que podemos eliminar estes obstáculos. A situação acima descrita também se resolvia arremessando um objecto pesado.

Para dar um toque ainda mais real, não existem quaisquer indicações sobre a saúde do nosso personagem. A condição física de Edward só será perceptível através do seu aspecto e cansaço.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (6)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários