Máscara RGB da Razer não protege contra COVID-19 nem tem protecção N95

A marca está em apuros devido a marketing enganador.

Actualização

A Razer acabou de nos enviar uma declaração acerca da eficiência e protecção fornecidas pela máscara Zephyr, face à controversa actual. Aqui está a declaração completa:

A Razer gostaria de esclarecer que, embora os filtros usados no Wearable Purificador de Ar Razer Zephyr tenham sido testados para 95% de Eficiência em Retenção de Partículas (PFE) e 99% de Eficiência de Filtração Bacteriana (BFE), de acordo com as declarações no site e documentação do produto, este wearable por si só não é um dispositivo médico nem certificado como uma máscara N95.

Para evitar qualquer confusão, estamos em processo de remover todas as referências de “Filtro N95” dos nossos materiais de marketing. Em breve, vamos também contactar diretamente os clientes existentes para os esclarecer nesta matéria. Clientes com dúvidas adicionais sobre o Wearable Purificador de Ar Razer Zephyr devem entrar em contacto com nosso atendimento ao cliente em https://support.razer.com/.

Original

A máscara RGB da Razer foi um dos produtos mais cool revelados em 2021, mas contrariamente àquilo que foi dito e promovido pela própria marca, não oferece protecção contra doenças propagadas pelo ar como a COVID-19 nem tem protecção de nível N95 como outras máscaras.

Nos seus materiais de marketing e comunicados à imprensa, a Razer claramente deu a entender que a máscara era capaz de filtrar partículas potencialmente perigosas, todavia, a youtuber de tecnologia Naomi 'SexyCyborg' Wu descobriu que a máscara não cumpre esse propósito.

Após ter sido chamada à atenção nas redes sociais, e das críticas de Naomi terem ganhado tracção, a Razer recuou e corrigiu os seus materiais de marketing, removendo todas as menções ao nível de protecção N95.

A Razer também publicou um esclarecimento nas redes sociais onde sublinha que "a Razer Zephyr e Zephyr Pro não são dispositivos médicos, respiradores, máscaras cirúrgicas, ou equipamento de protecção pessoal, não devem ser usadas em ambientes médicos ou clínicos".

O Eurogamer.pt reviu os comunicados enviados pela Razer acerca da máscara Zephyr e, de facto, no anúncio da máscara encontramos a seguinte descrição: "Com registo FDA e testes laboratoriais para 99% BFE, os filtros N95 da Razer Zephyr com proteção bidirecional duram três vezes mais do que as máscaras de utilização única e garantem que tanto o ar inspirado como expirado é seguro".

Sabe-se agora que isto não é verdade. Os filtros e a máscara da Razer não receberam classificação N95 pela National Institute for Occupational Safety & Health (NIOSH), mas a marca usou na mesma esses termos nos materiais de marketing, levando as pessoas a acreditar que a Zephyr era uma máscara capaz de os proteger contra a COVID-19.

Salta para os comentários (5)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (5)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários