Diretor de Days Gone esclarece que foi a própria Bend Studios a recusar Days Gone 2 e não a PlayStation

A ideia nunca chegou aos ouvidos dos maiores executivos.

Jeff Ross continua a dar que falar e após os seus mais recentes comentários, o diretor de Days Gone decidiu apresentar alguns esclarecimentos adicionais, após algumas das suas palavras não terem sido bem interpretadas.

Ross reagiu à notícia que Ghost of Tsushima vendeu mais de 8 milhões de unidades com um comentário no qual afirma que Days Gone já vendeu mais de 9 milhões de unidades, mas esse número começou a ser colocado em causa quando apresentou como fonte o site GameStat, que acompanha os troféus desbloqueados, algo que também se aplica às unidades jogadas através do PS Plus não representam unidades vendidas.

Após os seus números levantarem questões, Ross disse que mantém o que disse e os números que relevou, mas também esclareceu melhor o que se passou com a proposta para Days Gone 2 e como foi a própria Sony Bend a recusar a ideia e não os gestores da PlayStation.

Segundo diz, falou sobre Days Gone 2 com os gestores da Sony Bend, que estavam em contacto com a casa mãe e foram estes que recusaram de imediato a ideia, que nunca chegou aos ouvidos de Hermen Hulst, líder da PlayStation Studios.

Salta para os comentários (15)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

A nossa reação ao novo trailer de Horizon Forbidden West

Falta um mês para chegar à PlayStation 5 e PlayStation 4.

Podes transferir dados e troféus da PS4 para a Remasterização Uncharted PS5

Possuidores dos jogos na PS4 pagam 10€ pelo upgrade.

Horizon Forbidden West ocupa quase 97GB na PS5

Poderás começar o download a 11 de fevereiro.

Também no site...

Comentários (15)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários