EA matou MMO de Harry Potter porque não acreditou na propriedade

Decidiu não investir os recursos.

No início da década de 2000, a EA cancelou um MMO de Harry Potter porque não confiou na longevidade desta prioridade.

A curiosidade foi revelada por Kim Salzer, que trabalhou como gestor de produto na Electronic Arts entre 2000 e 2003, durante uma entrevista na qual foi questionado sobre jogos que não viram a luz do dia.

Salzer diz que esteve altamente envolvido nesse projeto e diz que seria um MMO com componentes offline e online, um jogo para o qual realizaram imensa investigação e se prepararam.

No entanto, apesar desta dedicação e investigação, a EA decidiu "matar" o projeto porque não acreditava na longevidade da propriedade Harry Potter. Acreditava que duraria um ou dois anos e perderia o apelo, não justificando um MMO.

Atualmente, a Warner Bros é dona dos direitos da propriedade e continuamos à espera de um novo jogo, Hogwarts Legacy que chegará em 2022.

Salta para os comentários (11)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (11)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários