Big Brain Academy: Brain vs. Brain review - Estica neurónios

Orgulhoso cabeçudo.

Está provado cientificamente que o cérebro (ainda que seja um órgão) funciona como um músculo. Quanto mais o treinas, mais forte ficará. O inverso também é verdade. Quando utilizas pouco ou nada um músculo, o teu corpo interpreta que não necessitas dele, vai perdendo força, resistência e agilidade. Claro que ninguém em bom estado de saúde chegará a um ponto em que o cérebro perde todas as capacidades, até porque vamos precisando dele para várias tarefas do quotidiano, mas tal como um músculo, se queres que fique mais forte, é preciso desafiá-lo de várias formas, sobretudo com exercícios a que não está habituado. É importante sair da zona de conforto.

Big Brain Academy: Brain vs. Brain é uma proposta da Nintendo para a Switch que inclui vários mini-jogos que colocam o teu cérebro à prova em cinco categorias: Identificação, Memória, Análise, Computação, e Visualização. Em cada categoria vais encontrar quatro mini-jogos, que colocam à prova a capacidade do teu cérebro para reagir e processar informação rapidamente. O foco desta nova entrada na série Brain Academy é o multiplayer, mas antes de colocares o teu cérebro a medir força com o de outros jogadores, é aconselhável passar pela zona de treino. Nesta secção podes repetir quantas vezes quiseres os diferentes mini-jogos, tentando obter uma pontuação cada vez maior.

No total, cada mini-jogo dá-te 60 segundos para responderes aos desafios. Se responderes sempre correctamente, a dificuldade vai aumentando. Existem vários níveis de complexidade, que vão desde o iniciante ao Super Elite (foi o mais longe que cheguei). Quanto maior a dificuldade, mais são os pontos que somas se responderes acertadamente. Com uma ou várias respostas erradas, a dificuldade diminui para a fase anterior. Concluídos os 60 segundos, o jogo faz uma soma dos pontos e dá-te uma medalha. Por exemplo, com mais de 400 pontos ganhas uma medalha de ouro (mas podes ir mais longe, com 600 pontos ganhas uma dupla medalha de ouro).

big_brain_academy_brain_vs_brain
As cinco categorias para medires a tua pontuação cerebral.

Teste Cerebral

Experimentar todos os mini-jogos não demora muito. Cada um dura apenas 60 segundos, pelo que se concluíres todos pelo menos uma vez, estamos a falar de cerca de 20 minutos em tempo de jogo. Feito os treinos, chegou a altura do teste e de colocar verdadeiramente à prova o teu cérebro. No teste, será seleccionado um mini-jogo de cada categoria para te avaliar. No final, é apresentando um gráfico pentagonal que mostra os pontos mais fortes do teu cérebro. Sempre me disseram que tenho boa memória e isso verificou-se em Big Brain Academy. A memória foi o aspecto mais forte no primeiro teste que realizei. A ideia é treinares os aspectos mais fracos e repetir o teste algum tempo depois, para aumentar a tua avaliação.

"Sempre me disseram que tenho boa memória e isso verificou-se em Big Brain Academy. A memória foi o aspecto mais forte no primeiro teste que realizei"

Em conteúdos single-player, isto é tudo o que Big Brain Academy tem para oferecer. Tens um modo de treino e depois um modo de avaliação. Por cada treino e avaliação que faças, vais somando moedas, sendo que a cada 10 moedas desbloqueias novos itens cosméticos para o teu avatar. Há imensos itens para desbloquear. O grande atractivo do jogo está no multiplayer, que funciona através fantasmas de outros jogadores (como os Drivatars de Forza). Podes encontrar jogadores por ID, competir contra amigos ou seguir as sugestões do jogo. À medida que fores derrotando outros jogadores, o teu rank mundial vai subir.

A competição contra outros jogadores funciona estilo sprint, comicamente figurada no jogo como uma recta e uma meta no fim. É apresentado o mesmo desafio a cada um e quem responder mais rápido soma 20 pontos. O jogador que responder em segundo soma apenas 8 pontos. Ganha quem chegar primeiro aos 100 pontos, ou seja, a competição pode ficar decidida muito rapidamente, em cinco respostas. Fiquei surpreendido pela necessidade de ter uma subscrição Nintendo Switch Online para competir contra os fantasmas de outros jogadores, visto que não é um modo multiplayer tradicional, com competição em tempo real como acontece em outros jogos.

Apropriado para festas

Big Brain Academy: Brain vs Brain também vem com suporte para quatro jogadores em multiplayer local. É um jogo engraçado para festas ou encontros de amigos lá em casa, para ver quem tem o cérebro mais apto. Precisas é de ter em conta que não há suporte para português, o que é uma desilusão. É um jogo apropriado para qualquer idade, sejam miúdos, adultos ou idosos, mas a questão da linguagem pode tornar-se numa barreira. É claro que podes explicar o que é preciso fazer, até porque todos os desafios tornam-se rapidamente intuitivos, mas a Nintendo podia ter feito um esforço para localizar o jogo para a nossa língua.

O jogo ganha muita mais piada com outras pessoas. De resto, pode servir de exercício mental diário por uns minutos, mas também cansa rapidamente porque não tem muito conteúdo. Gostava que houvesse um modo onde fosse possível escolher a dificuldade dos desafios e sem restrições de tempo. Quando nos treinos ou nos testes chego às dificuldades mais elevadas, o tempo já é pouco e, de certa forma, isto também causa um bloqueio mental. Acho que assim não consegues treinar mesmo a fundo o teu cérebro. O jogo coloca demasiada enfâse na questão do tempo. Compreendo que isso seja necessário para o multiplayer, mas podia haver outros modos single-player.

Não sendo um jogo de preço completo - custa 29,99 euros na Nintendo eShop - a falta de conteúdo torna-se mais fácil de gerir. Se vais adquirir, leva em conta a dependência do online e de outras pessoas para potenciar a diversão. Sem isso o jogo perde consideravelmente o valor. Os mini-jogos apresentados estão bem conseguidos: intuitivos, rápidos, com dificuldade que vai de moderada a muito difícil. Aqueles que jogaram Brain Academy na Nintendo DS, não ficarão surpreendidos. Os mini-jogos são iguais ou muito parecidos. Como havia dito antes, a grande novidade aqui é a possibilidade de competir contra outros jogadores (cara-a-cara ou em forma de fantasma).

Prós: Contras:
  • Uma boa forma de desenferrujar o cérebro
  • Mini-jogos intuitivos e desafiantes
  • Dá para jogar com 4 pessoas em modo local
  • Apresentação simples, mas apelativa
  • Muitos itens para pernalizar o avatar
  • Não tem português
  • Poderia haver mais conteúdos
  • Precisas de Nintendo Switch Online para jogar contra fantasmas
  • Cansa rápido se jogares sozinho

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (0)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Biomutant review - Mutantes de palmo e meio

Um jogo demasiado arrojado para as dimensões da equipa.

Recomendado | Twelve Minutes review - Passado, Presente e Futuro

Viagem psicológica por meandros cognitivos.

The Smurfs Mission Vileaf - Review - Método detox

Uma task force para erradicar o mal de Gargamel!

Também no site...

Comentários (0)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários