eFootball 2022 chega a 30 de Setembro e a Konami promete importantes funcionalidades como atualizações

Compatibilidade DualSense na PS5 chegará mais tarde.

eFootball, a série anteriormente conhecida como PES mudou de nome, chegará a 30 de Setembro para PlayStation 5, Xbox Series, PS4, Xbox One e PC, numa versão desprovida de importantes conteúdos que serão adicionados ao longo dos próximos meses.

Além de anunciar a data de lançamento para estas versões, Seitaro Kimura, produtor da série, deixou uma mensagem na qual confirma que eFootball 2022 é o nome oficial do jogo e que o lançamento é apenas o pontapé de partida. Segundo diz, os meses seguintes ficarão marcados por atualizações gratuitas com novidades como jogo cruzado e compatibilidade com comandos nas versões mobile.

No entanto, além das atualizações e novos modos gratuitos, eFootball 2022 terá conteúdo extra pago, mas por enquanto a konami focou-se nas atualizações gratuitas que estão já em planeamento.

A primeira grande atualização gratuita chega no Outono e implementará novos modos de jogo, novos tipos de jogador e ainda a possibilidade de escolher uma equipa base a partir de 600 clubes licenciados.

A Konami prepara ainda o Edit Mode e a compatibilidade com o feedback háptico e gatilhos dinâmicos do DualSense na PS5 como parte de futuras atualizações que ainda não têm data específica.

Salta para os comentários (5)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

PlayStation 5 CFI-1100 review: melhor ou pior do que a consola de lançamento?

O modelo revisto da Sony é tranquilizador e não controverso.

Short Games Collection chegará à Switch a 1 de Outubro e foi feita em Portugal

5 mini-jogos para quem quer diversão e tem pouco tempo.

Gran Turismo 7 usa o mesmo sistema de danos de GT Sport

Polyphony Digital confirma que usa a mesma tecnologia.

Comentários (5)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários