Ghost of Tsushima: Legends é um dos melhores exemplos de uma atualização gratuita

Empolgante modo multijogador expande a fantasia samurai.

Quando a Sucker Punch apresentou ao mundo Ghost of Tsushima, falou sempre da experiência para um jogador, dessa memorável fantasia samurai em mundo aberto, com incrível liberdade para explorar cenários que apenas podem ser descritos como poesia em movimento. No entanto, após colocar a jornada de Jin Sakai nas lojas, em Julho de 2020 para a PS4, o estúdio revelou uma das mais inesperadas novidades, um modo multijogador que chegaria em Outubro desse ano como uma espécie de expansão gratuita para Ghost of Tsushima. Foi verdadeiramente ouro sobre azul pois se parte do fascínio em torno da aventura de Jin é a forma como explora parte do folclore japonês, o modo multijogador deixa-te jogar com outros jogadores e envereda pelo lado mais sombrio das lendas nipónicas.

Legends, o nome do multijogador de Ghost of Tsushima, aposta num tom sobrenatural para a sua experiência e apesar de chegar com dois modos diferentes, ao longo dos meses seguintes foi crescendo e até recebeu uma raid. Agora, um ano depois do lançamento de Ghost of Tsushima e perto de comemorar um ano de Legends, a Sucker Punch pretende continuar a expandir esta vertente do seu mais recente jogo e até vai apresentar a experiência multijogador em separado, para que mais jogadores possam sentir curiosidade nesta fantasia samurai cooperativa. Após passar tempo com a expansão Iki na PlayStation 5, decidi voltar a Legends e é fácil sentir que permanece como um dos maiores exemplos do poder de uma atualização gratuita para expandir um jogo e o que consegues obter da experiência sem pagar mais nada por isso.

Dentro de alguns dias, a 3 de Setembro, Legends vai crescer com novos conteúdos, mas mesmo agora, voltar a esta experiência fez-me relembrar que mesmo na sua versão atual permanece altamente divertida. O modo Rivais de Legends, que chega dentro de dias, é uma experiência PvE na qual terás 4 novas missões em que duas equipas de dois jogadores competem para ver quem consegue derrotar mais inimigos. É uma nova faceta de Legends que pretende implementar um pouco mais de competitividade, mesmo que não seja propriamente um PvPvE. No entanto, enquanto me preparo para Rivais, passei algum tempo a jogar os modos existentes e a relembrar o quão agradavelmente surpreendido fiquei quando Legends foi lançado.

Atualmente, Legends é composto por 9 Missões de História nas quais 2 jogadores colaboram em níveis divididos em 3 fases, 4 Missões de Sobrevivência nas quais 4 jogadores derrotam inimigos por vagas (estão mais 2 Missões de Sobrevivência a caminho) e ainda o Modo Desafio, que é uma Raid dividida em 3 Capítulos e que exige imensa coordenação. Em cada modo, ganharás armas ou peças de equipamento para aumentar o poder do teu Samurai e quanto mais forte ficas, mais missões de dificuldade superior poderás enfrentar e ao subir de nível mais habilidades podes equipar. Isto é basicamente um resumo de Legends para quem ainda não teve oportunidade de o jogar.

O lançamento da Director's Cut de Ghost of Tsushima não só me fez viajar para Iki como também me fez voltar a Legends e relembrar o quanto me diverti com esta vertente da ação samurai no final do ano passado. A atualização com os 60fps na PS5 é o suficiente para transformar a experiência singleplayer, mas confesso que está a ser em Legends que maior diferença estou a sentir. O efeito do Dualsense na vibração e consequente imersão é interessante, mas é o elevado rácio de fotogramas que está a tornar Legends ainda mais divertido. Na PS4, a experiência é muito divertida, mas defender dos ataques e esquivar no momento certo podia ser um pouco incerto. Frequentemente perdia energia porque não me desviava a tempo da chuva de flechas ou dos cães a explodir. Na PS5, a reação é muito mais rápida graças aos 60fps e este é um ponto que quero destacar desde já.

Acredito que faz uma grande diferença jogar Legends a 60fps na PS5 e mesmo que a experiência seja partilhada com quem está na PS4, quem joga na consola mais recente da Sony desfrutará de um nível de requinte superior.

1
Existem 4 classes diferentes, com as suas forças e especificidades, pensadas para que os jogadores as misturem nos diversos modos.

Legends é a primeira experiência multijogador da Sucker Punch e mais uma etapa na sua caminhada para realizar um sonho samurai em formato de videojogo. Seja nas missões do modo história, com pequenos objetivos e imensos inimigos duros de roer, serás desafiado de forma bem diferente do que és na campanha. Sim, a postura continua a contar imenso e até podes eliminar de forma furtiva inimigos, mas o sistema de classes, níveis, poder, habilidades e equipamento transforma a experiência.

Começas fraco e com a necessidade de gerir estrategicamente os confrontos, sempre a precisar da ajuda do teu companheiro (companheiros no modo Sobrevivência), até que começas a subir de nível e ficas mais forte. O equipamento ajuda-te a reduzir o dano sofrido, obter buffs e habilidades especiais, mas também te ajuda a infligir mais dano. Isto vai lentamente permitir que ganhes mais confiança para arriscar um pouco mais, crescendo passo a passo a tua capacidade para enfrentar estes demónios. Isso foi o mais intrigante em Legends, jogar e a pouco e pouco sentir que cresci e fiquei mais apto para momentos mais difíceis.

A Sucker Punch gere de forma pertinente a experiência, passo a passo para não te sentires subjugado e sempre com a sensação que podes começar a arriscar mais, até eventualmente alcançares a Raid, o chamado Modo Desafio.

2
Dependendo da dificuldade, ganharás melhor equipamento e armas para aumentar o poder do teu samurai e vencer ameaças mais fortes

A Raid de Ghost of Tsushima: Legends é o modo mais difícil, dividido em 3 capítulos e todos eles repletos de momentos altamente desafiantes. Exige constante comunicação com a equipa, preparação de estratégias e um forte conhecimento das mecânicas para não passares imenso tempo a desesperar com checkpoints. Existem momentos de plataformas que exigem coordenação entre os 4 jogadores, momentos em que apenas um jogador vê símbolos que deve comunicar a toda a equipa para saberem quando e por onde seguir, momentos em que todos devem saltar ao mesmo tempo para uma plataforma. Isto são apenas exemplos de como a coordenação e cooperação é obrigatória, sem falar no confronto final que vai exigir uma equipa igualmente dedicada e na qual o elo mais fraco será facilmente percetível.

Sim, de certa forma a Sucker Punch implementa as missões de História como introdução a Legends e quem procura diversão rápida ou tem pouco tempo para jogar ou nem quer algo muito difícil, o modo Sobrevivência para experiências mais longas com boas recompensas e para quem tem mais tempo, enquanto o Modo Desafio é extremamente brutal e exigente, somente ao alcance dos mais dedicados e com muitas horas para investir. É uma espécie de adaptação das Raids MMO para a experiência Ghost of Tsushima e consegue desafiar-te a valer.

Tudo isto para partilhar o quão entusiasmado fico quando jogo Ghost of Tsushima: Legends, um modo que dentro de dias será apresentado em separado, é gratuito para donos de Ghost of Tsushima e a Director's Cut, com imensos conteúdos para explorar e que receberá ainda mais na próxima semana. Voltar à experiência na PS5, especialmente com os 60fps a fazer a sua magia, renovou o meu interesse por Legends.

Salta para os comentários (7)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (7)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários