The Sims 4 Cottage Living review - Vida de agricultor

Novas oportunidades que colidem com os mesmos problemas.

Expansão que refresca e revitaliza a série ao criar uma nova linha de interações. Porém, continua a exibir problemáticas do jogo original.

A prorrogação no tempo de The Sims 4 tem sido uma referência de sucesso, que desta forma se junta a um modelo que perpetua intemporalmente. De certa forma, constitui-se como uma boa linha para o consumidor em geral e não são muitos os projetos que atingem tal estatuto. Os seguidores da série estão gratos, mas também são pessoas que anseiam por obter novos conteúdos, que a Electronic Arts tem vindo a acrescentar através do lançamento de expansões. Cottage Living junta-se agora a essa lista, com uma oferta refrescante de novas funcionalidades e maturação de outras.

Devo confessar que não tocava neste simulador da vida real há já muitos anos, este regresso é algo saudoso. Lembro-me do tempo passado a construir e a melhorar a minha habitação, também do ramificar dos relacionamentos criados com os outros Sims. Sempre fui fascinado pelas ligações interpessoais e esta série trata realmente dessa vertente do comportamento humano, dando-lhe agora um novo fôlego de vida em Cottage Living. Agora, temos uma maior interação com a natureza, num nível mais elevado e mais pronunciado. Já tivemos animais no passado, mas aqui a sua relevância é muito maior, inclusivamente a relação com a natureza circundante em geral é maior e mais dinamizada. Temos um novo modo de vida.

O centro de tudo isto é a localidade de Henford-on-Bagley, com uma predominância natural que convida à tranquilidade e sobretudo a uma vida mais descontraída, um lugar encantador para se viver. São várias as zonas a optar para se viver e obviamente escolhi a mais pacata e isolada de todas elas. O intuito foi desenhar uma dinâmica que me permitisse desfrutar de uma experiência diferente, integralmente consagrada à natureza, para observar as possibilidades de levar uma vida com o mínimo de interação humana possível. Será isto possível?

As adições em Cottage Living são maioritariamente dedicadas à vida rural, com a implementação óbvia de novas opções de construção, que são as expectáveis para a temática. Podemos construir casas com um design inclusivo em relação à natureza, e claro, temos as opções relacionadas com a vida rural. De celeiros, galinheiros, palheiros, passando por uma panóplia de opções que dão liberdade à nossa aptidão como agricultor. Este tema é realmente uma boa escolha e sem dúvida uma das que eu mais aprecio.

Viver à custa da terra não é tarefa fácil e aqui é bastante evidente que temos uma grande missão à nossa espera. Temos de manter tudo em ordem e realizar as tarefas diárias com uma boa linha de execução. Inicialmente o sentimento de dificuldade é camuflado, mas a consciência da necessidade de trabalhar arduamente para que a nossa quinta seja próspera cria uma nova forma de encarar este desafio. Há que cuidar dos animais, de os limpar, alimentá-los, dar-lhes a devida atenção (eles têm sentimentos). Em suma, criar um ambiente propício ao seu bem-estar, o que resulta num maior e melhor retorno da sua parte, quer seja na melhor qualidade do leite produzido pelas nossas vacas ou mesmo em ovos especiais provenientes das galinhas.

Outra faceta explorada aqui é a plantação de culturas. Neste caso, temos uma elaboração dinâmica que nos dá uma ênfase fundamental na sua manutenção. Não podemos vacilar, o acompanhamento tem de ser contínuo e sistemático, desde o momento da sementeira até à colheita. Há que fertilizar, regar, tirar ervas daninha e mesmo dialogar com as plantas para encorajar o seu crescimento. Há uma variedade de funções à disposição com vista a criar uma noção efetiva de ser realmente um agricultor.

É fantástico observar a nossa quinta a prosperar e essa é realmente a recompensa para aqueles que escolhem seguir um caminho dedicado a ela. Com desafios construídos pelo meio que acrescentam mais um toque às diferentes tarefas a realizar. Há sempre muito a fazer, demasiado a um dado momento. A forma de sustentar uma vida totalmente dedicada à agricultura reside na venda dos produtos produzidos, criando uma delicada economia de sustentabilidade que depende sempre da nossa capacidade para produzir bens que sejam lucrativos. Agrada-me esta forma de jogar, deixa um tanto de lado a necessidade de ter um trabalho extra. Assim, temos uma vida em harmonia com a natureza.

2

Mas os pequenos entraves de The Sims 4 ainda persistem. Um dos meus principais obstáculos é a incapacidade de satisfazer muitas das solicitações, tudo leva demasiado tempo a executar, a escassez de tempo é uma realidade muito presente. Cottage Living não é diferente, à medida que a nossa Quinta se desenvolve, os afazeres diários são realmente o foco principal. É certo que podemos contratar pessoas para nos ajudar, mas ainda não é o suficiente com tantas tarefas a realizar.

A verdade é que esta expansão conquista aqueles que jogam, foi o que me aconteceu, sobretudo com as novas possibilidades que interligam a sua economia. Por exemplo, os ovos e o leite são utilizados na preparação das refeições, juntamente com outros ingredientes que podemos encomendar e que chegam a nossa casa através do sistema de entrega. São estes pequenos pormenores que nos deixam rendidos, que conferem a esta expansão um toque especial no universo The Sims. Henford-on-Bagley é um lugar bonito e tranquilo para observar os encantos da natureza, interagir com os animais, ir pescar, ou apenas para aquela corrida ao sabor da brisa matinal.

Prós: Contras:
  • Aproximação à natureza
  • Economia bem estruturada
  • Novas construções
  • Ligações com os animais
  • Demasiadas tarefas
  • Preço algo elevado

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (8)

Sobre o Autor

Adolfo Soares

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (8)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários