O que estamos a jogar - 21 Agosto

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

21 de Agosto de 2021

Olá, bem-vindo a esta nossa rúbrica semanal, na qual falamos de alguns dos jogos que temos jogado nas últimas semanas ou que ainda estamos a jogar. Estes são os jogos que nos entusiasmam e que não conseguimos resistir a jogar, vendo as horas passar a voar.

Há sempre aquele jogo especial que não conseguimos largar, especialmente numa era de jogos que recebem conteúdos e atualizações meses ou anos depois do lançamento. Há sempre aquele clássico que queremos repetir ou até mesmo descobrir pela primeira vez, um guilty pleasure que nos captura sem explicação ou uma ramificação de uma série popular para um novo género que queremos investigar.

Seja numa consola, PC ou até no mobile, há sempre algo que desperta a nossa empolgação e estamos constantemente à procura da próxima grande experiência que nos vai deslumbrar.

E tu, o que tens andado a jogar nestes últimos tempos? Nós queremos saber.

Art of Rally - Switch

1

Não fiz pausa em 51 Worldwide Games, mas esta semana o contágio provocado por Art of Rally continuou a fazer efeito, ao ponto de prolongar algumas sessões com o jogo da Funselektor. É um daqueles jogos que não precisa de um grande grafismo para nos conquistar. Aliás, um dos méritos do jogo é precisamente a qualidade artística. A aposta num 3D minimal, embora com todos os condimentos, é o ponto de partida para uma experiência que tem na física e na condução dos carros um dos maiores atributos. Os obstáculos estão colocados minuciosamente a fim de causar uma perda de segundos, ou danos, em pilotos mais incautos. O prazer e desafio da condução em ralis, alargado à medida que conduzimos mais e diferentes bólides, atinge em Art of Rally uma referência no género. E nem as limitações da versão Switch quebram o interesse, porque apesar disso, há muitas estradas para percorrer.

Vítor

Cyberpunk 2077

Eu já sei que me irão acusar, mas na verdade adorei Cyberpunk 2077 executado no PC, que é onde o analisei. Recebeu nesta última semana uma gigantesca atualização, que mais parecia um refazer do jogo inteiro, brincadeiras à parte. Lá voltei novamente a Night City para uma nova playthrough, e para descobrir o que realmente mudou. Está visivelmente mais polido, não contém alguns dos bugs estranhos, mas continua a apresentar situações hilariantes, como NPCs sobrepostos na mesma posição. Mais uma vez, o que salta à vista é o fantástico trabalho artístico aqui concebido, é uma metrópole que transpira futurismo e a isso ninguém pode tirar o devido mérito à CD Projekt RED. Algum de vocês já voltou a Cyberpunk 2077 depois da atualização 1.3?

Adolfo

Twelve Minutes (Xbox Series X)

Neste momento estou a jogar 2 experiências das quais não posso falar, somente mais tarde, mas assim que ficou disponível esta produção portuguesa, tive de desviar o meu entusiasmo para Twelve Minutes. Este é um jogo verdadeiramente diferente, um thriller interativo em forma de point and click que desde cedo desperta a curiosidade. Confesso que a perspetiva e o sistema de controlos demorou alguns minutos a habituar, mas quando as coisas começam verdadeiramente e o primeiro reinício ocorre, é quando as coisas ficam interessantes. São precisos apenas Twelve Minutes para ficar rendido a este jogo e agora só quero descobrir o que se está a passar.

Bruno

Salta para os comentários (19)

Sobre o Autor

Adolfo Soares

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Conteúdos relacionados

Também no site...

O que estamos a jogar - 26 Setembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

As melhorias feitas para Alan Wake Remastered

Remedy mostra vídeo a comparar com o original.

Recomendado | Lost Judgment review - noir contemporâneo fascinante

Uma das melhores experiências narrativas do ano.

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários