Phil Spencer afirma que a compra de estúdios é algo bom para a indústria

"É uma parte natural e saudável do negócio de jogos."

O mercado da compra de estúdios tem estado a ferver nas últimas hora, com a Sony a adquirir a Housemarque (estúdio responsável por Returnal) e, possivelmente, a Bluepoint (estúdio responsável pelo remake de Demon's Soul).

No entanto, a Microsoft também tem comprado vários estúdios ao longo dos últimos tempos: por exemplo, a Ninja Theory, Playground Games, Obsidian, InXile, Double Fine e, mais recentemente, a Bethesda, pela quantia astronómica de 7.5 mil milhões de dólares.

O chefe da PlayStation Studios já comentou as novas aquisições da Sony, revelando que não se trata de uma resposta aos seus concorrentes diretos; agora, é a vez de Phil Spencer, chefe da Xbox, debruçar-se sobre esta temática.

Numa entrevista ao IGN, Spencer disse que entende o porquê de algumas pessoas terem reservas sobre a compra de estúdios, mas acredita que as aquisições são "uma parte natural e saudável" do negócio de jogos. Ser adquirido, se esse for o caminho que um estúdio independente opta por percorrer, é um sinal de que a empresa 'conseguiu vingar'.

"Às vezes vejo diálogos na indústria sobre, 'bem, as aquisições são uma coisa boa ou má?' E eu vi que a Sony acaba de anunciar algumas aquisições - dou os parabéns a essas equipas por esse feito - e eu entendo o sentimento da comunidade sobre se isso é uma coisa boa ou má quando as aquisições acontecem", disse Spencer.

"Mas uma coisa que vou dizer é que começar um novo estúdio, começar qualquer pequeno negócio, francamente, é uma proposta muito arriscada, e começar um estúdio de videojogos é ainda mais arriscado. E se uma equipa realmente corre o risco de começar uma nova empresa, começar um estúdio, construir isso ao longo dos anos, construir, dizer que não deveriam ser comprados é pensar pequeno."

"Isto não significa que todas as equipas devam acabar por vender o seu estúdio, mas acho que é uma parte natural e saudável da nossa indústria que certas equipas criem um estúdio - muitas delas irão falhar, sabemos que a maioria das pequenas empresas falham, seja videojogos ou qualquer outra coisa - mas aqueles que conseguem passar por esta jornada cheia de riscos para chegar ao ponto de criarem valor real, irei sempre dar os parabéns quando as equipas chegam ao ponto em que percebem esse valor através da aquisição ou então o sucesso independente massivo se esse for o caminho que optem ", continuou Spencer.

O que achas das palavras de Spencer?

Salta para os comentários (32)

Sobre o Autor

Jorge Salgado

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Conteúdos relacionados

Netflix não comprará estúdios de jogos a torto e a direito

Estará atenta a oportunidades que façam sentido.

FIFA 22 e PS5 no topo do Reino Unido em setembro

Consola da Sony teve um dos seus melhores meses de vendas.

NetEase compra estúdio de No More Heroes

Grasshopper Manufacture Inc. pretende elevar a sua qualidade.

Também no site...

Jogos Project Zero poderão receber mais remasters

Koei Tecmo ficou surpresa com as reações.

Netflix não comprará estúdios de jogos a torto e a direito

Estará atenta a oportunidades que façam sentido.

Abertas as reservas para Cotton 100% e Panorama Cotton

Strictly Limited Games e ININ Games celebram 30 anos da série.

Vídeo | Lootbox #34 LIVE - Em direto com a comunidade

Junta-te a nós pelas 16h de Portugal, 12h no Brasil.

Comentários (32)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários