Chefe da PlayStation nega que a compra de novos estúdios seja uma resposta à Xbox

"Não é como se estivéssemos a fazer aquisições aleatórias."

Caso ainda não tenhas lido, fica a saber que a Sony não só comprou a Housemarque, estúdio responsável por Returnal, o exclusivo PS5, mas existe também a possibilidade de ter comprado a Bluepoint, responsável pelo remake de Demon's Souls.

No entanto, de acordo com Hermen Hulst, o chefe da PlayStation Studios, esta compra de estúdios não se trata de uma "corrida ao armamento" em relação à Xbox. Esta informação foi dada numa entrevista com a GQ, em que Hulst reagiu à possibilidade destas aquisições por parte da PlayStation serem uma reação à compra de estúdios por parte da Xbox e do Facebook.

Quando questionado se a PlayStation está numa "corrida ao armamento" com os seus concorrentes, Hulst respondeu: "Somos muito seletivos quanto às produtoras que contratamos. Estou sempre à procura de pessoas com valores semelhantes , ambições criativas semelhantes e que funcionam muito bem com a nossa equipa, na qual podemos investir ainda mais e ajudar a crescer como criadores. Não é como se estivéssemos a fazer aquisições aleatórias."

É importante notar que, no passado, a PlayStation comprou a Insomniac games por cerca de 230 milhões de euros, um valor bem abaixo daquilo que a Microsoft pagou pela aquisição da Bethesda, que ronda os 7.5 mil milhões. De qualquer das formas, tanto a Housemarque como a Bluepoint são estúdios que sempre trabalharam de forma bastante próxima com a PlayStation sendo que a sua compra, de certo modo, não é de todo surpreendente.

O que achas das palavras de Hulst?

Salta para os comentários (46)

Sobre o Autor

Jorge Salgado

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (46)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários