Diretor de God of War assume responsabilidade pela previsão de 2021 e o adiamento enquanto funcionários são insultados

Sony Santa Monica está a receber diversas mensagens de ódio.

Cory Barlog, diretor de God of War, reagiu ao ódio que os funcionários da Sony Santa Monica estão a receber após o próximo God of War ter sido adiado e assume todas as responsabilidades.

Barlog diz que a previsão de 2021 foi um erro e que tiveram de assumir a responsabilidade de adiar o jogo pelo bem da sua qualidade e da saúde dos funcionários, sendo ele o único responsável pela situação.

Segundo diz, não existe qualquer mentira corporativa da Sony para enganar os consumidores, existe apenas uma decisão errada que foi tomada e que agora chegou a hora de escolher uma solução, que está a dar imensa polémica e a gerar ferozes insultos aos funcionários, algo que não está a deixar Barlog muito contente.

O diretor de God of War diz que se querem insultar alguém que seja ele, o responsável por toda a situação, não os funcionários que trabalham no duro para desenvolver o jogo.

Salta para os comentários (124)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (124)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários