Microsoft diz que nunca ganhou dinheiro com a venda de uma consola Xbox

Caso da Epic Games e Apple continua a dar que falar.

Para quem acompanha a indústria dos videojogos, os segredos e total desinteresse em falar de certos tópicos já é sabido, mas para quem está de fora, alguns conceitos podem parecer absurdos. Parece que é o caso dos advogados e juiz no caso da Epic Games contra a Apple, que por isso mesmo está a ganhar contornos fascinantes.

O próprio juiz já admitiu não fazer ideia de como algumas companhias queriam manter em segredo muito do que foi revelado e já tomaram medidas para que mais documentos confidenciais não sejam revelados, mas algumas perguntas continuam a demonstrar como as companhias estão a ser forçadas a falar publicamente de temas que de outra forma não o fariam.

Um dos mais recentes exemplos está na Microsoft, que através de Lori Wright, vice presidente do desenvolvimento do negócio na Xbox, foi chamada a depor e quando questionada pelo advogado da Epic Games, revelou que a companhia perdeu sempre dinheiro com cada consola Xbox que vendeu.

"Não ganhamos. Vendemos as consolas a perder," respondeu Wright quando questionada sobre a margem que a companhia ganha ao vender uma consola Xbox.

Questionada se a Xbox alguma vez ganhou dinheiro com a venda de um dispositivo Xbox, Wright respondeu simplesmente que não, uma revelação que poderá surpreender alguns, mesmo sabendo que estamos numa indústria onde isto é prática comum.

As companhias vendem as consolas a perder dinheiro e recuperam através da venda de jogos, DLC e mais recentemente com serviços digitais.

A própria Sony já revelou oficialmente que está a perder dinheiro com cada PS5 vendida, enquanto a Nintendo planeou a Switch para dar lucro desde o primeiro dia. Eventualmente, consoante os custos de fabrico descem, as companhias começam a ganhar alguma coisa ao vender consolas, mas é curioso ver a Microsoft ser forçada a falar deste tema, mesmo que seja algo já esperado.

Salta para os comentários (34)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Teorias insistem que Abandoned é um projeto de Hideo Kojima

Geoff Keighley ajudou a intensificar a conspiração.

Estrear Outriders no Game Pass ajudou imenso a Square Enix

Editora diz que ajudou a conseguir um bom arranque.

O Japão é o mercado em maior crescimento para a Xbox

A Series S é a consola mais popular da Microsft entre os japoneses.

Também no site...

Comentários (34)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários