PSP compara videojogos com drogas e álcool

"Vive na real! - Não na Dependência".

Primeiro foi a GNR a promover a luta contra o vício dos videojogos, agora é a vez da PSP.

Um novo cartaz da PSP que anda a circular nas redes sociais faz uma comparação directa entre o vício dos videojogos e a utilização de substancias psicoactivas. Na descrição da publicação podemos ler o seguinte:

"Uma franja da população estudantil inicia os consumos de substâncias psicoativas na faixa etária dos 10 aos 14 anos, existindo alguns padrões de consumo preocupantes, indicando que a emergência de padrões de consumo nocivos e abusivos, ocorre na faixa etária dos 15 aos 19 anos."

Mais adiante, é dito também que:

"A PSP, através das EPES - Escola Segura, garante a sua missão de segurança de prevenção da criminalidade e delinquência, orientada especificamente para a prevenção do consumo de álcool e de outras drogas e da Perturbação de Adição aos videojogos, com ações de sensibilização complementadas por contactos individuais, efetuados na gestão de casos específicos identificados que careçam de acompanhamento e monitorização, ou trabalho em rede com outros parceiros da comunidade escolar, incluindo as CPCJ locais."

A intenção da PSP é clara se lermos a descrição: prevenir e sensibilizar as camadas mais jovens para diversos problemas de dependência, mas incluir videojogos, drogas e álcool no mesmo saco, como se fosse um problema igual ou semelhante, é erróneo e pode transmitir a mensagem errada.

O vício dos videojogos é um problema real, que deve ser tratado por especialistas, mas é completamente diferente do consumo de álcool, drogas e outras substâncias. Em baixo podes conferir o cartaz a ser promovido pela PSP:

psp_videojogos_vicio

Salta para os comentários (58)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Apple Music chega à PlayStation 5

Ouve música enquanto jogas através do serviço da Apple.

Receitas da Xbox sobem 16% graças à procura pelas Xbox Series

Receitas Game Pass ajudaram a compensar a prestação dos jogos third party.

Também no site...

Dr. Dre está a trabalhar em músicas para novo Grand Theft Auto

Música do car**** disse Snoop Dogg numa entrevista.

Call of Duty: Vanguard ocupará mais de 60GB na PS5 e Xbox Series

Mas exigirá perto de 90GB para a instalação, nas consolas PlayStation.

Descoberta imagem do Super Smash Warner Bros.

Poderá ser um jogo gratuito, apoiado por micro-transações.

Comentários (58)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários