EA reage e diz que não força ninguém a gastar dinheiro em FUT 21

Apenas apresenta formas entusiasmantes de incentivar a comunidade a jogar diversos modos.

A Electronic Arts reagiu às mais recentes informações partilhadas sobre o modo Ultimate Team nas séries NHL, FIFA e Madden, negando categoricamente que força os jogadores a gastar mais dinheiro em caixas de loot.

Os documentos que ontem vieram a público sobre uma apresentação de 54 páginas na qual é detalhado um esforço em tornar FUT na base dos seus jogos de desporto, em nada representa a afirmação que a EA se esforça para incentivar à compra de conteúdos adicionais, apenas que se foca em mostrar às comunidades que existem diversos modos de jogo que os podem entusiasmar.

Na sua reação, partilhada no site oficial, a EA mais uma vez reage à forma como tem sido retratada pela imprensa e diz que "criamos jogos para serem divertidos e desfrutados por grandes audiências globais", sendo FIFA um dos maiores jogos do mundo, com uma "comunidade incrivelmente vibrante e interativa".

O FUT é "adorado por milhões de fãs apaixonados em todo o mundo" que procuram uma ligação ao futebol real dentro do jogo e que procuram o entusiasmo e diversão da competição no jogo, alega a EA.

"Todos os dias, procuramos fornecer aos jogadores conteúdo por onde escolher para servir de combustível ao seu entusiasmo e conexão ao desporto e amigos. É por isto que estamos desiludidos com os recentes relatos da imprensa sobre FUT que ignoram informação importante e contexto, o resultado é uma história sensacionalista sem respeito pelos factos."

De acordo com a EA, esses factos são que procura sempre introduzir mais jogadores aos diversos modos e que os jogadores de FIFA querem sempre conteúdos frescos e um serviço entusiasmante.

"Não 'forçamos' ninguém a gastar nos nossos jogos. Fornecemos a opção de escolha e somos muito cuidadosos para não promover os gastos sobre a conquista no nosso jogo e a maioria dos jogadores de FIFA nunca gastaram dinheiro em itens in-game."

A EA diz ainda que o documento em nada deturpa a sua visão para os jogos de desporto e que foram manipulados apenas para criar uma realidade que não corresponde de forma alguma à verdade.

Salta para os comentários (23)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Trust GXT 833 Thado review - TKL a um preço acessível

Dá uma nova imagem ao teu Setup Gaming.

Roupa de League of Legends chega à Berskha

Veste-te como um verdadeiro Summoner.

A PS5 foi a consola mais vendida em setembro nos Estados Unidos

Pela primeira vez em 33 meses não foi a Switch.

Razer Kaira X review - Mais uma opção de headset para a PS5

Mas será que é melhor do que a concorrência?

Hideo Kojima reage ao trailer de The Batman

"Robert Pattinson parece mais o Joker."

Comentários (23)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários