A PlayStation continuará a lançar jogos experimentais e não apenas blockbusters

Herman Hulst.

A PlayStation não se vai focar somente nos grandes blockbusters pelos quais ficou conhecida na anterior geração, continuará a apostar em jogos experimentais para conseguir um catálogo repleto de diversidade.

Herman Hulst, responsável pelos PlayStation Studios, falou com o GI.biz e afirmou que não se vão focar somente nos grandes AAA singleplayer celebrizados na geração PS4, vão apostar na diversidade.

"Penso que os jogos que criamos são o mais distintos e diversos que podem ser," diz Hulst, "de Sackboy a Astro Bot a Dreams até esse tipo de jogos de que falas, do tipo de The Last of Us Part 2 e Ghost of Tsushima."

"Podes apostar que continuaremos a desenvolver estes jogos pois são o coração e alma do que fazemos na PlayStation Studios. Mas ao mesmo tempo, estamos empenhados em criar estas experiências de qualidade tanto quanto à experimentação e criar ideias frescas."

Hulst disse ainda que estão interessados em criar diversidade nos jogos que apresentam e está menos interessado na forma, mas sim em desenvolver jogos distintos.

Segundo o patrão da PlayStation Studios, estão a colaborar com a Firewalker Studios num AAA multiplayer precisamente porque são uma equipa altamente ambiciosa e querem criar uma experiência diferenciada e única.

Salta para os comentários (15)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Jogos Project Zero poderão receber mais remasters

Koei Tecmo ficou surpresa com as reações.

Netflix não comprará estúdios de jogos a torto e a direito

Estará atenta a oportunidades que façam sentido.

Abertas as reservas para Cotton 100% e Panorama Cotton

Strictly Limited Games e ININ Games celebram 30 anos da série.

Vídeo | Lootbox #34 LIVE - Em direto com a comunidade

Junta-te a nós pelas 16h de Portugal, 12h no Brasil.

Comentários (15)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários