CD Projekt RED gastou menos de 2 milhões de euros com as devoluções de Cyberpunk 2077

Atualizado: 42 milhões de euros foi o valor real do custo das devoluções.

Ao contrário da estimativa apresentada anteriormente, o custo real das devoluções de Cyberpunk 2077 é muito superior aos 1.8 milhões de euros revelados no início desta manhã.

O analista Mike Futter e o Ars Technica juntaram esforços para ler o relatório financeiro partilhado pela CD Projekt RED após a conferência fiscal e revelam que o valor de 1.8 milhões de euros representa apenas uma pequena parte dos esforços de devolver o dinheiro aos clientes insatisfeitos.

Segundo revela o ArsTechnica em conjunto com Futter, a CD Projekt RED gastou mais de 42 milhões de euros no processo de devolver o dinheiro aos clientes. É um valor muito superior ao relatado anteriormente, mas ainda assim muito distante dos 468 milhões amealhados com a venda de jogos em 2020.

Este novo valor contabiliza as despesas para devolver o dinheiro, incluindo versões físicas e digitais, juntamente com o valor gasto através da campanha criada pela CD Projekt RED para devolução direta. Além disso, inclui as despesas projetadas para os primeiros 3 meses de 2021 e o stock de jogos que ficaram nos armazéns quando as lojas deixaram de pedir mais unidades.

A CD Projekt RED revelou aos seus investidores que toda a polémica em torno da devolução do dinheiro aos consumidores insatisfeitos com Cyberpunk 2077 teve um impacto mínimo nas finanças.

Ao revelar que vendeu 13.7 milhões de unidades de Cyberpunk 2077 até 31 de Dezembro de 2020, mais de 700 mil unidades vendidas nas primeiras semanas após o lançamento, a CD Projekt RED partilhou os detalhes sobre as despesas da campanha de devolução de dinheiro.

Segundo partilhado, num ano em que amealhou 468 milhões de euros com a venda de videojogos, com uma contribuição enorme deste mesmo Cyberpunk 2077, a CD Projekt RED gastou apenas 1.8 milhões de euros com as devoluções.

A quantidade de jogadores que decidiram pedir de volta o dinheiro parece ter sido mínima e não teve um impacto significativo nas contas da companhia polaca, que desta forma tenta tranquilizar os investidores.

No entanto, não ficou esclarecido se este valor se refere somente ao dinheiro gasto pela CD Projekt RED ou se também engloba as devoluções pedidas à Sony, Microsoft e Valve.

Salta para os comentários (32)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Bethesda partilha mais uma pequena amostra de Starfield

Todd Howard continua a falar do jogo.

Cyberpunk 2077 e The Witcher vão receber funcionalidades multiplayer

CD Projekt quer aprender para depois adicionar mais e mais.

Cyberpunk 2077 não chega ao Xbox Game Pass tão cedo

CD Projekt RED diz que é cedo para os serviços receberem o jogo.

Square Enix sugere colaboração Chrono Cross em Another Eden

Evento especial será anunciado em breve.

Também no site...

Comentários (32)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários