CD Projekt quer vender Cyberpunk 2077 durante anos

Está confiante que consegue arranjar o jogo.

A CD Projekt está confiante que consegue dar a volta à situação actual de Cyberpunk 2077.

Adam Kicinski, um dos membros do quadro de directores da companhia polaca, quebrou o silêncio com os meios de comunicação para dizer ao Reuters que não vão encostar Cyberpunk 2077 a uma prateleira.

"Não vejo a opção de colocar Cyberpunk 2077 numa prateleira. Estamos convencidos que podemos elevar o jogo a um estado em que podemos ficar orgulhosos e assim vendê-lo durante os próximos anos," disse Kicinski.

São declarações arrojadas, tendo em que conta que a Sony, depois de reclamações dos consumidores, acabou por remover Cyberpunk 2077 da PlayStation Store devido ao seu estado lastimável na PS4.

Adam Kicinski vem agora a público dizer que estão com "relações amigáveis" com a Sony e que a actualização 1.2 foi um passo para que o jogo possa regressar à PlayStation Store.

Mesmo que Cyberpunk 2077 eventualmente regresse à PlayStation Store, o mais difícil vai ser recuperar a confiança dos consumidores. O estúdio tornou-se adorado por aquilo que alcançou em The Witcher III, mas deitou tudo a perder com Cyberpunk 2077.

Salta para os comentários (28)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (28)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários