Numeiro larga negócio das apostas depois do escândalo de Windoh

"Não sou burlão, não sou mentiroso."

João Barbosa, o influenciador e youtuber mais conhecido como Numeiro, publicou um vídeo ontem no seu canal onde se defende das acusações que vieram à baila na semana passada.

Numeiro foi um dos nomes envolvidos num escândalo despoletado por um curso de criptomoedas lançado por Windoh, um dos seus amigos e um dos maiores youtubers / influenciadores nacioanais.

A alcunha digital de João Barbosa estava na lista de uma petição que pedia à polícia judiciária uma investigação devido a esquemas que envolviam influenciadores digitais.

Sem a ostentação do costume, num vídeo de fundo branco e t-shirt branca, João Barbosa defendeu a sua reputação, rematando que "não sou burlão, não sou mentiroso, não tenho intenções de enganar ninguém."

"Estes últimos dias tem sido difíceis, tenho andado um bocado triste e em baixo, depois de ler todas acusações que são feitas sem fundamento na Internet" lamentou-se em relação aos comentários nas redes sociais.

Ainda sobre as acusações, sublinha que "nunca tive a nada a haver com esquemas em pirâmide, com forex, nunca tive nenhum negócio na área das criptomoedas" e contra-ataca dizendo que "estamos todos a ser postos no mesmo saco e acho que isso é injusto".

No ano passado, João Barbosa lançou uma empresa de consultoria de apostas, na área do futebol, admitindo que já apostava há anos. No vídeo, afirma que nunca usaram odds falsas e que recorreram sempre às melhores casas, para além de nunca terem permitido a entrada de nenhum menor de idade para o negócio.

Deu também a entender que, apesar de usar luxo e ostentação para criar conteúdos, que o seu investimento no mercado das apostas não resultou, comentando que os resultados de Novembro e Dezembro arruinaram os ganhos de meses anteriores.

No final, diz que "este período serviu para ver que não é o caminho certo de fazer as coisas. O negócio das apostas fica por aqui". Disse também que "sou apenas um puto de 23 anos a tentar aprender o máximo que consigo com a vida."

Salta para os comentários (20)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

O que estamos a jogar - 10 Abril

Rise, League, Destiny e Guilty Gear.

Epic já perdeu mais de 380 milhões de euros com a sua Epic Games Store

Investimento a longo prazo significa fundos perdidos.

Rumor: PlayStation prepara resposta ao Xbox Game Pass

Quer reagir à popularidade do serviço da Microsoft.

Phil Spencer está entusiasmado com a E3 2021

"A indústria é mais forte quando trabalhamos juntos".

Lootbox #11 - A E3 2021 em formato Digital

E as nossas hilariantes histórias dos eventos anteriores!

Também no site...

Comentários (20)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários