Fugiu da prisão mas foi apanhado quando ia comprar o novo Call of Duty

Polícia abordou-o por quebrar o confinamento.

Foi no Reino Unido que aconteceu este caso caricato, no qual um fugitivo foi capturado pela polícia enquanto tentava comprar Call of Duty: Black Ops Cold War para lidar melhor com o confinamento.

Clint Butler de 36 anos escapou da prisão em Novembro de 2020, onde estava a cumprir uma pena até 2024 por crimes como roubo, mas em Janeiro foi abordado pela polícia enquanto se dirigia a uma loja para comprar o mais recente Call of Duty.

Segundo relatado pelo VGC, que partilhou o vídeo em baixo, Butler quebrou o isolamento social imposto pelo governo pois precisava do jogo da Activision para fazer alguma coisa. Alguém lhe devia ter falado na versão digital.

Abordado pelas autoridades, Butler reagiu de forma violenta e acabou por ser preso e novamente levado para a prisão, com extensão da pena que terá de cumprir, acumulando mais meses à pena de 17 anos.

Salta para os comentários (15)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Battlefield 2042 - DICE desvenda Hazard Zone

Modo de jogo para destronar o battle royale tradicional.

Teste de Ghost Recon Frontline adiado

A equipa decidiu esperar mais tempo antes de o testar.

Também no site...

Comentários (15)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários