Criadores de Dying Light 2 continuam independentes

Techland desmente rumores sobre aquisição por parte da Microsoft.

Dying Light 2 continua a ser um dos jogos mais esperados, depois do sucesso que foi a primeira incursão pelo universo pós-apocalíptico de Dying Light em 2015.

Com avanços e recuos no seu desenvolvimento, e sem grandes informações nos últimos meses, correm rumores de que o estúdio a cargo da sequela está para ser adquirido, principalmente rumores de que a Microsoft está muito interessada em juntar mais um estúdio à sua lista.

Farto de tanta especulação, o community manager da Techland vem através do Twitter acalmar os ânimos, dizendo que a Techland continua a ser um estúdio independente e que não foi adquirido por ninguém.

"Estou a receber muitas mensagens privadas sobre a aquisição de Dying Light, por isso vou responder aqui: Havia o mesmo rumor a circular na Internet há um ano e a situação não mudou - a Techland é um estúdio independente e não foi adquirida por outra editora (:"

Ele não desmente nenhum processo de aquisição, apenas refere que neste momento são um estúdio independente. Mas já sabem que onde há fumo normalmente existe fogo, e os próximos tempos dirão se estas palavras não são apenas para acalmar as hostes.

O certo é que o desenvolvimento de Dying Light 2 tem sido algo problemático, e até o seu diretor de arte e escritor já ficou pelo caminho. Vamos esperar.

Salta para os comentários (8)

Sobre o Autor

Adolfo Soares

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (8)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários