Comissão Europeia investigará o Joy-Con drift da Switch, após mais de 25 mil queixas

Está fora de controlo.

A Organização Europeia do Consumidor decidiu iniciar uma investigação sobre o Joy-Con drift da Nintendo Switch, após receber mais de 25 mil queixas vindas de diversos países.

O grupo apresentou as suas próprias queixas à Comissão Europeia e entidades de proteção dos direitos do consumidor nos países Europeus, com base no que afirma serem "omissões enganadoras de informação essencial para o consumidor" e como quebram as diretivas para as práticas comerciais.

As queixas, vindas de países como Portugal, Noruega, Bélgica, Holanda, Itália, Eslovénia, Eslováquia e Grécia referem problemas com os analógicos dos Joy-Cons na Nintendo Switch e 88% dos casos ocorreram nos primeiros dois anos de uso.

A Comissão Europeia deseja que a Nintendo repare gratuitamente os Joy-Cons, algo que já fez no passado, mas também que passe a informar os seus clientes da vida limita da atual versão dos Joy-Cons.

"Os consumidores presumem que os produtos que compram duram uma quantidade apropriada de tempo de acordo com as expetativas justificadas, para não terem de comprar substitutos caros devido a defeitos técnicos," diz Monique Goyens.

"A Nintendo deve agora criar as soluções devidas para os milhares de consumidores afetados por este problema."

Em Setembro de 2019, a Nintendo foi alvo de um processo legal nos Estados Unidos devido ao Joy-Con drift e anunciou que iria reparar gratuitamente qualquer pedido efetuado pelos consumidores.

Em Junho de 2020, o presidente da companhia, Shuntaro Furukawa, reconheceu mais uma vez a existência do problema e diz que a companhia está sempre a tentar melhorar os seus produtos.

Joy_Con_drift_da_Switch

Salta para os comentários (14)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (14)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários