Jogador profissional de FIFA 21 vai para reforma após ser banido pela EA devido a piada de mau gosto

Pede aos seguidores que não o defendam.

Harry Hesketh, inglês de 25 anos e um conhecido jogador profissional de FIFA 21, decidiu pendurar os comandos do circuito profissional após ter sido desqualificado da qualificação europeia de Fevereiro.

Este castigo foi-lhe aplicado pela EA devido a um comentário inapropriado que efetuou durante uma transmissão a 12 de Dezembro de 2020 no Twitch, quando se referiu à mãe do seu adversário. Para tornar a situação ainda pior, Hesketh dirigiu-se a um jovem de 14 anos, Anders Vejrgang, uma estrela no circuito profissional de FIFA e que está a dar que falar.

Vejrgang é considerado um dos melhores jogadores, se não mesmo o melhor, do mundo, quiçá da Europa, e segue com um registo de 450-0 em FUT Champs, o modo mais competitivo e difícil de FIFA Ultimate Team.

Hesketh deu por si a perder 3-0 contra Vejrgang na primeira parte e deixou de jogar, pousando o comando durante longos períodos. Quando Vejrgang já tinha marcado 11 golos, Hesketh foi removido da partida por inatividade.

Hesketh também deixou a Fnatic e diz que passará o seu tempo a criar conteúdos relacionados com FIFA no Twith e Youtube, pedindo desculpa ao jovem de 14 anos e a todos os seus seguidores pelo seu "comentário de mau gosto".

"Fiz um comentário de mau gosto, certo. 'Os seus dedos podem ser rápidos, mas os meus são maiores,' e fiz uma referência à sua mãe."

"Sei que o pessoal do Reino Unido pensará que, bem, isso é uma piada de mães, quem é que não fez uma piada sobre mães e tentar defender-me. Não me defendam. No final do dia, ele tem 14. É um comentário de mau gosto. Assim sendo, peço desculpas ao Anders e à sua mãe."

A EA confirmou que foi banido e diz que violou as normas de conduta da competição, ao agir publicamente com comportamentos e comentários que não são apropriados para o espírito da competição.

No entanto, Hesketh pediu para deixarem Anders em paz e grande parte do seu vídeo de desculpas é a pedir aos seguidores para não pensarem sequer em atacar Anders pelo sucedido.

Heskeht anunciou que se retirou das competições oficiais da EA e passará os seus dias a tentar criar novos conteúdos para os seus mais de 700 mil espectadores, reconhecendo que é um risco pois acabou de perder a sua maior fonte de receita, o contrato de 3 anos com a equipa profissional.

Salta para os comentários (9)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (9)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários