Novo confinamento pode limitar ou suspender Netflix e YouTube, mas não é novidade

Falso alarme.

Hoje de manhã a TSF lançou o pânico entre os portugueses ao publicar uma notícia que alerta que o novo confinamento pode levar à limitação ou mesmo suspensão de serviços como a Netflix e Youtube. Embora não seja mentira, a notícia está errada quando diz que esta hipótese "não existia nos primeiros estados de emergência".

O Decreto-Lei n.º 10-D/2020 emitido a 23 de Março (e que já tinha sido notícia na altura) determinou que os serviços não essenciais de comunicações electrónicas - e aqui está a abrangida a Netflix, HBO, Disney+, Youtube, videojogos online, entre outras coisas - podiam ser limitados ou mesmo bloqueados para garantir o funcionamento dos serviços críticos para a população portuguesa.

Com um novo estado de emergência prestes a começar (a partir das 00h00 de 15 de Janeiro), este Decreto de Lei pode ser aplicado novamente. Recorde-se que no confinamento de Março e Abril os serviços de entretenimento como a Netflix e Youtube nunca chegaram a ser bloqueados, todavia, as provedoras de Internet colocaram limites na velocidade e por todo o país os Internautas aperceberam-se da degradação na qualidade do serviço.

Portanto, se no confinamento de Março e Abril estes serviços descritos como não essenciais não foram bloqueados (e nessa altura o confinamento foi mais abrangente, encerrando todas as escolas), parece improvável que isso aconteça neste novo confinamento que vai durar aproximadamente um mês. Pode acontecer, mas parece uma possibilidade bastante remota.

netflix_confinamento

Salta para os comentários (12)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (12)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários