Laura Bailey sabia que Abby ia gerar ódio, mas não imaginava o quanto

Personagem de The Last of Us: Parte 2 continua a dar que falar.

Abigail Anderson, mais conhecida pelos seus amigos como Abby, tornou-se numa das mais controversas personagens da história dos videojogos e passados mais de 6 meses do lançamento de The Last of Us: Parte 2, continua a dominar as conversas em torno do jogo.

Apesar da sua face pertencer a Jocelyn Mettler, artista de efeitos visuais que trabalhou na Naughty Dog em Uncharted: O Legado Perdido, e do seu corpo ter sido inspirado no da atleta Collen Fotsch, a voz e movimentos pertencem a Laura Bailey, uma voz muito familiar no mundo dos videojogos que sofreu na pele por ter dado vida a Abby.

Numa recente conversa com o GameInformer, Bailey confessou que percebeu de imediato que Abby ia gerar polémica e que surgiria ódio, mas não imaginava o quanto ódio surgiria em torno do jogo, do estúdio, da personagem e si mesma.

"Sabia que iria surgir controvérsia, sem dúvida. Eu sabia que iria receber algum ódio. Não esperava o quanto," diz Bailey.

A atriz acredita que a fuga de informações apenas ajudou a aumentar o ódio em torno do jogo e mais especificamente da personagem, especialmente porque surgiram muito antes do jogo e causaram longas semanas de ódio e insultos.

"Foi a tempestade perfeita. Penso que a fuga de informações esteve muito relacionada com isso. Se a tua primeira experiência tivesse sido com o jogo e depois seguias em frente, terias o crescimento e conhecimento contigo. Mas a fuga de informações aconteceu meses antes, tivemos meses de pessoas a formar barreiras e a formar paredes antes de conseguirem compreender o lado da Abby e assim sendo, muitas pessoas nunca foram capazes de o fazer."

1
Laura Bailey, a atriz que deu voz e capturou os movimentos para Abby.

Bailey partilhou que foi um dos papeis mais desafiantes que já teve, mas altamente recompensador, mesmo que as redes sociais lhe tenham dado demasiadas memórias agridoces.

"Foi um papel difícil, mas penso que é uma história incrível e penso que a Abby é, meu, é simplesmente uma das personagens mais espantosas que já representei."

Sobre as opiniões tão firmes e divisórias sobre Abby, Bailey confessa que quando começou a jogar o jogo, não estava a gostar de Abby e do seu próprio trabalho, mas compreendeu que não é suposto gostares de Abby.

"A história por si só, com a direção para onde tivemos de levar os personagens e aquilo porque passam, foi demasiado. É mesmo muito difícil após filmar as cenas tão cheias de tristeza e perda, sacudir isso e no final do dia ir para casa. Essas emoções ficam contigo."

Sobre a intensa cena final, Bailey diz que foi dura de filmar, mas que é o tipo de cenas que tornam gratificante a vida de uma atriz.

Salta para os comentários (53)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (53)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários