Já jogámos Scavengers, um novo Battle Royale com elementos de sobrevivência

A nova criação de Josh Holmes, director criativo de Halo 4.

Nunca houve tanta abundância nos videojogos como há hoje. Podes jogar em praticamente qualquer dispositivo electrónico - desde computadores, consolas, smartphones a tablets - e em cada plataforma tens uma escolha interminável de coisas para jogar. Até te podes dar ao luxo de escolher entre vários títulos completamente gratuitos, em que gastar dinheiro é completamente opcional. O panorama da indústria dos videojogos alterou-se de tal forma que hoje em dia os jogos mais lucrativos não são aqueles com um preço de 69,99 euros (ou 79,99 euros no caso dos exclusivos PS5) afixado, são os jogos gratuitos. Não admira, portanto, ver estúdios mais pequenos a partir nesta nova corrida ao "ouro".

É o caso da Midwinter Entertainment, um novo estúdio sediado em Washington que é composto por produtores veteranos de grandes títulos como Halo, Battlefield e Gears of War. Entre eles, o nome mais sonante é o de Josh Holmes, o co-fundador da Midwinter. Josh Holmes foi Director Criativo em Halo 4 e líder da 343 Industries durante o desenvolvimento de Halo 5: Guardians. Existe, portanto, um interesse imediato na sua próxima criação: Scavengers. É um jogo de tiros free-to-play que mistura vários conceitos conhecidos numa tentativa de criar um novo sabor. A base é o género dos Battle Royal, juntando em cada partida vários grupos de jogadores, mas os outros elementos vieram do género da sobrevivência.

Uma tempestade gelada circula pelo mapa

No futuro retratado por Scavangers, o planeta Terra regressou à idade do gelo e os humanos refugiaram-se numa estação espacial controlada por uma inteligência artificial chamada Mother. Para recolherem recursos, os humanos são devolvidos ao planeta em cápsulas espaciais de tempo a tempo. Este é o contexto das partidas do jogo, em que o objectivo principal é apanhar os recursos e conseguir regressar à estação espacial numa nave de recolha que é enviada no final. Contrariamente a muitos outros jogos do mesmo género, a área jogável não vai encolhendo, em vez disso há uma enorme tempestade que circula pelo mapa e que se agrava à medida que o tempo passa.

Scavengers_Harvest
Este é recurso mais valioso do jogo e que tens de recolher para subir na tabela de pontuação de cada partida. Também podes matar outros jogadores e roubá-lo.

Quando és apanhado no meio da tempestade, é essencial procurar um abrigo. O frio é uma das mecânicas que tens de gerir em Scavangers e, se não te aproximares de uma fonte de calor de longe a longe, a barra de saúde da tua personagem vai ficando gelado. No meio da tempestade, isto acontece a um ritmo altamente acelerado. De igual forma, há que gerir a tua stamina, que se regenera com o tempo, mas vai diminuindo a quantidade máxima acumulada. Para restaurares a barra de stamina, tens que ingerir alimentos. Os recursos no mapa não são abundantes, havendo até escassez de munição. Os teus companheiros de esquadrão podem partilhar recursos contigo e torna-se essencial para sobreviver.

Uma mistura de PVE com PVP

O início de cada partida é como qualquer Battle Royale. É vital vasculhar rapidamente o que está à tua volta para encontrar armas, munições, alimentos e outros consumíveis. Embora possas a qualquer altura procurar e entrar em confronto com outros jogadores, a estrutura das partidas proporciona um início muito calmo. Conforme a partida se desenrola, recolhes recursos e eliminas os adversários controlados pela IA - desde animais como lobos, ursos a estranhos mutantes - sobes de nível, podes fazer crafting de armas e evoluir as tuas habilidades. É por isso que a maioria das equipas prefere esperar pelos confrontos, garantindo que estão bem preparados para um frente-a-frente com outros jogadores.

Ainda assim, a procura por recursos (que são limitados) pode resultar em confrontos a qualquer momento se nenhuma das equipas estiver disposta a ceder. A sinergia da equipa é importante para assegurar a sobrevivência e para atingir isto os jogadores podem optar, antes das partidas, por personagens com diferentes habilidades. O meu tempo com Scavengers foi bastante limitado, restrito a duas partidas, pelo que só pude experimentar duas das personagens jogáveis. Uma delas consegue invocar uma bolha de defesa (tipo o Titan Defender em Destiny), em que lá dentro és muito mais forte do que os outros jogadores. Outra das personagens tem um bastão poderoso. A combinação das habilidades de diferentes personagens é possível e torna-se essencial na parte mais avançada das partidas.

Scavengers_FrozenLake
Podes deslocar-te a pé ou utilizar um dos veículos espalhados pelo mapa.

No final cooperas com outros jogadores ou lutas contra eles

Nos últimos cinco minutos da partida, a Mother envia uma nave para recolher os grupos enviados para a Terra para vasculhar recursos. É neste fase que as coisas começam a "aquecer". Os jogadores podem optar por cooperar com outros grupos para fazer frente aos muitos inimigos que começam a surgir, ou podem lutar entre si para ficarem com ainda mais recursos e agradarem à Mother. A regra geral é que os grupos de jogadores preferem desatar aos tiros sempre que encontram outro grupo de jogadores, mas é possível optar por um rumo pacifista, desde que os outros jogadores também estejam interessados. Fora das partidas, existe progressão para desbloquear armas que depois se tornam acessíveis através do sistema de crafting nas partidas, entre outras coisas.

A mistura de conceitos de Scavengers é deveras interessante e, de facto, consegue oferecer algo diferente do outros Battle Royale. As partidas estruturadas por objectivos não te forçam a competir directamente com outros jogadores e, mesmo que isso aconteça, as habilidades de cada personagem permitem uma estratégia e cooperação maior do que noutros jogos do mesmo estilo. Apesar de ser um título promissor, a versão que tive a oportunidade de experimentar estava muito inacabada. Há muitos problemas na parte gráfica e na estabilidade do desempenho. A interface também requer muita afinação, sendo difícil perceber e abserver toda a informação que o jogo nos está a dar.

A versão final de Scavengers está prevista para 2021 no PC, mas a beta fechada vai começar já em breve. Para os jogadores de consolas, estão confirmadas versões para estas plataformas, mas não têm qualquer data definida. Para participar na beta fechada, os jogadores devem visitar www.playscavengers.com e registar-se. Só estarão disponíveis 50 mil chaves, mas os jogadores que participaram em testes anteriores vão ter acesso garantido. A beta fechada começa hoje e dura até 21 de Dezembro.

Salta para os comentários (0)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (0)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários