Godzilla Vs. Kong na mira da Netflix por 168 milhões de euros

Warner Bros. também está interessada.

Depois da estreia de Mulan no Disney+, do anúncio de Soul com estreia em Dezembro no serviço da Disney e Wonder Woman 1984 confirmado para o HBO Max, começam a surgir mais nomes de grandes blockbusters que poderão chegar através de serviços de streaming.

Segundo revelado pelo The Hollywood Reporter, Godzilla Vs. Kong poderá ser o próximo grande nome a trocar as salas de cinema pelos serviços de streaming e apesar de se tratar de uma produção da Legendary Pictures distribuída pela Warner Bros., é a Netflix que está na frente da corrida.

De acordo com fontes não oficiais, a Netflix apresentou uma proposta superior a 168 milhões de euros para apresentar a estreia de Godzilla Vs. Kong, num negócio que poderá dar à Netflix mais uma grande estreia direta e à Legendary um desejado retorno para um blockbuster que está parado.

No entanto, esta oferta teve o alegado efeito de acordar a Warner Bros., que pretende lutar pela estreia do filme e apresentá-lo no seu serviço de streaming e nas salas de cinema nos países onde estão abertas.

Godzilla Vs. Kong está agendado para Maio de 2021 e muito acontecerá até lá, especialmente no que diz respeito à pandemia, sendo difícil prever se o filme chegará mesmo às salas de cinema.

Talvez seja essa incerteza que aumente as probabilidades para o lado da Netflix, mas a Warner Bros. já lidou com as dificuldades de Tenet nos cinemas e está a lidar com a situação em torno de Wonder Woman 1984, que estreará nos cinemas em diversos países como China e Espanha, por exemplo, mas nos Estados Unidos será apresentado no serviço de streaming.

Godzilla Vs. Kong foi realizado por Adam Wingard e conta com Alexander Skarsgard, Millie Bobby Brown, Rebecca Hall e Kyle Chandler no elenco.

Salta para os comentários (7)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (7)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários