EA acusada de ajustar a dificuldade para incentivar compra de caixas de loot

Mecânicas surpresa.

A EA está novamente na mira de um processo legal, apresentado no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, no qual é alegado que usa uma tecnologia que ajuda dinamicamente a dificuldade para vender mais caixas de loot.

Segundo este processo, a EA usa secretamente uma tecnologia patenteada de ajuste de dificuldade (Dynamic Difficulty Adjustment) nos modos Ultimate Team de séries como FIFA, Madden e NHL, para que a experiência fique mais difícil e o jogador sinta a necessidade de apostar em packs com jogadores para tentar aumentar as probabilidades de vitória.

A acusação alega que o uso desta tecnologia acaba por retirar à compra de Packs o seu efeito pois mesmo que consiga uma boa equipa, o jogo estará constantemente a fazer com que sinta que precisa de mais.

"Este é um ciclo interminável que beneficia a EA em detrimento dos jogadores pois os Mecanismos de Ajuste de Dificuldade fazem com que os jogadores sintam que as suas equipas têm menos qualidade do que na verdade têm, levando-os a comprar mais pacotes de jogadores na esperança de conseguir melhores jogadores e ficar mais competitivo."

Já em 2019 surgiram críticas à EA sobre o uso desta tecnologia, na altura a editora alegou que jamais usaria qualquer tipo de vantagem ou desvantagem contra os jogadores nos seus jogos.

"A tecnologia foi desenhada para explorar como podemos ajudar os jogadores com dificuldade numa certa área do jogo a terem uma oportunidade de avançar."

Sobre este novo processo legal, a EA rejeita as acusações e vai combatê-las.

Salta para os comentários (32)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (32)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários