O poder da Nvidia RTX 3080 na mira das criptomoedas

Minera Ethereum a 93 MH/s quando em Overclock.

Com apenas dois dias para chegar às mãos dos consumidores, as notícias relacionadas com a nova pala gráfica da Nvidia, a RTX 3080, continuam a fazer correr tinta.

Chegam agora informações sobre o seu desempenho no que toca à mineração de criptomoedas, mais propriamente Ethereum. Esta informação foi mais uma vez recolhida pelo Videocardz, e revela números bem apetecíveis para quem se dedica à mineração.

Podemos observar pelas imagens divulgadas, que a RTX 3080 chega até 93 MH/s no algoritmo DaggerHashimoto, que é bem impressionante. Normalmente os valores são um pouco mais baixos, de base a placa consegue 73-74 MH/s, mas com alguns ajustes no overclock esta levanta voo.

Em comparação, a AMD Radeon RX 5700 XT consegue 50-54 MH/s, enquanto que a RTX 2080 Ti pode ir até aos 54 MH/s. Uma das placas gráficas mais poderosas na mineração de Ethereum é a Radeon VII da AMD com uns robustos 96 MH/s, mas com a descontinuação da mesma os olhos podem agora voltar-se para as novas gráficas da Nvidia.

NVIDIA_GeForce_RTX_3080_NiceHash_Benchmark
NVIDIA_GeForce_RTX_3080_NiceHash_OC_1

Estes dados são óptimos para quem está no ramo, mas por outro lado deixam os jogadores algo preocupados, pois se existir um novo boom na mineração de criptomoedas, irá haver uma corrida às novas gráficas, e com isto os preços irão subir pela diminuição do stock existente.

Salta para os comentários (2)

Sobre o Autor

Adolfo Soares

Adolfo Soares

Director

É o nosso homem do PC, por isso qualquer coisa é com ele. É também responsável pelo Eurogamer, bem como dá uma perna nas notícias.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (2)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários