Funcionários da Lab Zero Games foram ameaçados e a grande maioria despedidos

Estúdio de Indivisible e Skullgirls fica vazio.

Os problemas na Lab Zero Games, conhecida por Skullgirls e Indivisible continuam e agora temos relatos de funcionários que foram despedidos e de um estúdio vazio.

Segundo revelado por dois ilustradores e animadores que trabalharam na Lab Zero Games, Mike Zaimont decidiu despedir todos os funcionários, no que parece uma clara retaliação contra as alegações de que foi alvo em Junho de 2020. Há cerca de 2 meses atrás, Zaimont foi acusado de conduta imprópria no local de trabalho e de comentários sexuais feitos a duas funcionárias.

Após uma investigação interna, foi pedida a demissão de Zaimont, mas segundo partilhado por Brian Jun, produtor de arte, o designer de Skullgirls e Indivisible não concordou em demitir-se sem uma série de exigências e após isto, decidiu tornar-se no único dono e líder da Lab Zero Games. Todos os funcionários insatisfeitos foram avisados que teriam até 31 de Agosto para deixar a companhia e diversos funcionários assim o fizeram.

Eis que chegamos a Setembro e temos os primeiros relatos de funcionários que estão agora sem trabalho, forçados a alternativas para tentar conseguir amealhar algum dinheiro, após o despedimento repentino e provavelmente ilegal perante a lei do estado da Califórnia, nos Estados Unidos.

Mariel Kinuko, que trabalhou como directora criativa em Skullgirls e Indivisible, partilhou no Twitter que está a vender alguns dos seus livros de esboços para tentar amealhar dinheiro para os seus colegas de trabalho que perderam o emprego.

"Desta vez, usarei todas as receitas da venda dos livros para ajudar a apoiar os meus colegas de trabalho na Lab Zero que agora ficaram sem trabalho," diz Kinuko no Twitter.

Jonathan Kim, designer gráfico e responsável pelas animações 2D nos jogos da Lab Zero, que se despediu no final de Agosto em protesto contra Zaimont, acrescentou que a sua colega de trabalho está a vender os seus livros pois todos os funcionários foram despedidos sem qualquer compensação definida.

"Para que saibam, a Mariel tem de fazer isto pois na semana passada, o Mike despediu todos os que não desistiram da Lab Zero, mas ainda não concordou com uma indemnização para eles," diz Kim.

Perante isto, ficamos a saber que a Lab Zero Games se tornou mesmo num local com zero funcionários e que Mike Zaimont é agora a única pessoa a trabalhar na companhia.

Salta para os comentários (3)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Rumor: Sony vai juntar PS Plus e Now para criar novos patamares do serviço

Acesso a demos, jogos PS4, PS5 e streaming de clássicos.

It Takes Two alvo de reclamação de direitos de autor pela Take-Two

Hazelight abandonou o registo do nome, mas espera não ter de mudar o nome ao jogo.

O que estamos a jogar - 4 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

PS Plus no Japão conta com Judgment em dezembro

Japoneses recebem ofertas diferentes.

Também no site...

Netflix lança vídeo onde resume a primeira temporada de The Witcher

Segunda temporada chega já no próximo dia 17 de dezembro.

Gran Turismo 7 mostra-se num novo vídeo gameplay

Uma volta completa na icónica Deep Forest Raceway.

Bioware e EA celebram o Dia Dragon Age

Festividades para todos os fãs.

O que estamos a jogar - 4 dezembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários