EA acusada de viciar jogadores para gerar incríveis receitas

Madden e FIFA incentivam acção legal.

A Electronic Arts está novamente debaixo de fogo devido aos populares modos Ultimate Team que insere nos seus videojogos de desporto e que incentivam milhões de jogadores a investir dinheiro extra em carteirinhas virtuais de jogadores.

No início de 2020, o governo espanhol avançou o interesse em regular as infames caixas de loot nos videojogos, à semelhança de países como Bélgica e Holanda, para impedir que os menores corram o risco de ludopatia. Meses mais tarde, foi a vez dos governantes no Reino Unido começarem a procurar provas para definir como jogo de sorte o que os responsáveis pela Electronic Arts chamaram de "mecânicas surpresa".

Agora, o VGC avança que a EA foi alvo de um processo legal no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, por parte de queixosos que acusam a companhia de desenvolver mecânicas que deixam os jogadores viciados com a finalidade de investirem o seu dinheiro nos jogos e gerar enormes receitas para a editora.

Kevin Ramirez, que representa um grupo com mais de 100 indivíduos, acusa a Electronic Arts de quebrar as leis de jogo do estado da Califórnia nos modos Ultimate Team dos jogos nas séries Madden e FIFA. O seu objectivo é receber $5 milhões pois afirma que a EA recorre a comportamentos que deixam os jogadores viciados e desta forma gera receitas colossais.

Ramirez diz que ficou viciado nos pacotes de Ultimate Team e que já gastou mais de $600 em FIFA e Madden ao longo dos últimos 9 anos, afirmando ainda que os pacotes são caixas de loot e uma forma de jogo de sorte.

Os queixosos dizem que gastam dinheiro real em pacotes aleatórios e isto significa que na verdade estão a efectuar uma aposta sem qualquer garantia que terão um item digital que realmente querem.

A queixa tentará provar que os pacotes Ultimate Team se enquadram na definição de meios ilegais de jogo e que são acedidos através de um dispositivo que não está registado legalmente para esse propósito.

1

Salta para os comentários (48)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (48)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários