Tommy François deixa a Ubisoft após início de investigação

Mais um dos executivos de topo a sair.

Tommy François, que desde Junho se encontrava de licença, deixou a Ubisoft após o início das investigações em torno das acusações de assédio sexual e má conduta no local de trabalho.

Samuel Horti do Business Insider revelou através do Twitter a saída de François, após ter visto um comunicado interno da Ubisoft ,assinado por Yves Guillemot.

Hoje, a Ubisoft confirmou ao GamesIndustry.biz que François deixou a companhia, com efeito imediato, mas não revelou detalhes.

François entrou para a Ubisoft em 2006, como vice presidente dos serviços criativos e editoriais, o que lhe deu poder para dar luz verde e desenvolver novas séries na Ubisoft.

Esta é a mais recente saída de alto perfil na Ubisoft, após Maxime Béland, director criativo em Splinter Cell, Serge Hascoët, responsável máximo pelo departamento criativo, e ainda Yannis Mallat, director criativo em Assassin's Creed: Valhalla, terem saído da empresa, após o início das investigações.

Guillemot, presidente da companhia, foi questionado sobre o quanto sabia sobre as más condutas e assédios sexuais, partilhando que foram tomadas medidas duras para criar um impacto positivo, mas que a sua confiança foi traída.

"Tornou-se claro que certos indivíduos traíram a confiança que depositei neles e não estiveram à altura dos valores partilhados pela Ubisoft. Nunca comprometi os meus principais valores e éticas e nunca o farei. Continuarei a gerir e a transformar a Ubisoft para enfrentar os desafios de hoje e do amanhã."

Salta para os comentários (0)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Conferências Gamescom 2019 - Confere as datas e horas

O teu guia para o maior evento de videojogos do ano.

A Switch Lite tem melhor bateria

É ainda mais pequena e leve que o modelo original.

A Switch Lite não veio para substituir a 3DS

Enquanto houver procura, a velha portátil será suportada.

Anunciada a Nintendo Switch Lite

Exclusivamente portátil e mais barata.

Comentários (0)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários