Ghost of Tsushima terá actualização de 7.7GB no lançamento

Correcção de erros e ajustes nas localizações.

Ghost of Tsushima está agendado para 17 de Julho e isso significa que está na hora de preparar a sua chegada às mãos dos jogadores.

Ontem, a Sucker Punch comunicou que alcançou o estado Gold e que Ghost of Tsushima está pronto para ser reproduzido em série e enviado para as lojas.

No entanto, precisa de aplicar uns últimos retoques e corrigir alguns erros, especialmente alguns relacionados com a localização do jogo para as diversas línguas existentes nas suas opções.

Segundo revelado, isto resultará numa actualização de lançamento, que colocará Ghost of Tsushima na versão 1.01, para implementar estas correcções.

Ghost of Tsushima transporta-te para o final do Século XIII no Japão, num jogo onde terás de ajudar Jin Sakai a travar uma invasão Mongol, tornando-se num guerreiro lendário.

Salta para os comentários (15)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Godfall Challenger Edition gratuito na Epic Games Store

É a mesma versão do PlayStation Plus.

Versão física de GTA Trilogy foi adiada

Chegará à Switch somente em 2022.

Os grandes lançamentos de Dezembro nos videojogos

Halo Infinite, Solar Ash, The Gunk e mais.

Housemarque promete novidades para Returnal

Estará uma expansão a caminho do exclusivo PlayStation 5?

Também no site...

League of Legends: Wild Rift é o jogo iPhone do ano

Apple destaca os melhores jogos do ano.

It Takes Two alvo de reclamação de direitos de autor pela Take-Two

Hazelight abandonou o registo do nome, mas espera não ter de mudar o nome ao jogo.

Valve revela a embalagem da Steam Deck

É uma destas que vais receber em casa.

Vídeo | Lootbox #40 LIVE - Em direto com a comunidade

Junta-te a nós pelas 16h de Portugal, 13h no Brasil.

Comentários (15)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários